Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Como alugar

Procurando acomodação? Todo cuidado é pouco

Carol Braziel postou em 08 jan 2017

O E-Dublin tem como objetivo principal passar o máximo de informações para auxiliar o dia a dia dos intercambistas e viajantes na Ilha Esmeralda, especialmente em Dublin, certo? No caso do intercambista, entre os diversos temas abordados, enfatizamos com frequência a necessidade da cautela quando o assunto é acomodação. Isso porque a realidade aqui pode ser um pouco diferente do esperado. Mas calma, muita calma! Não deixe que isso estrague experiência aqui, ok? É preciso estar consciente de tudo para que isso não te desanime no meio do caminho.

Foto: Shutterstock

Como procurar acomodação na irlanda? Foto: Shutterstock

Acomodação

A acomodação é, depois do dinheiro, uma das principais preocupações do intercambista – e falo por experiência própria. Quando estamos no Brasil, ainda decidindo todos os pontos da chegada na Ilha, já entramos em todas as comunidades existentes no Facebook, nos sites de locação e demais opções viáveis para tentar adiantar o processo de encontrar um lar em, no máximo, duas semanas, certo?

Chegamos aqui e o que acontece? Percebemos que tudo é um pouquinho mais complicado do que parecia ser – e se não encontramos a bendita acomodação, entramos desespero. Sim, desespero por entender que mais uma semana no hostel ou na acomodação estudantil significa mais de um mês de compras no supermercado ($$$). Você está no Brasil e não acredita nisso? Pode começar a acreditar, pois é uma realidade. Em muitos casos, a pessoa paga até pra dormir no sofá ou dividir uma casa de dois cômodos e um banheiro com mais de 10 pessoas! Sem contar, é claro, com as pegadinhas que muitos landlords aprontam (o dono da casa).

Ainda têm os muitos que se dizem landlords do imóvel quando, na verdade, administram a casa ou estão com o nome no contrato de locação com o verdadeiro proprietário. Esses últimos, geralmente omitem essa informação e cobram a mais dos locatários, ganhando, assim, um extra para sua sobrevivência.

Certo ou não, aceitável ou não, é importante você saber que isso acontece e que você pode cair nessa situação. Então previna-se investigando ao máximo.

Mas como?

Bom, seguir o básico já ajuda muito. Ou seja, tentar conhecer bemo as pessoas que vão morar com você, inclusive o landlord, ler o contrato do apartamento e ficar atento aos anúncios. Se o mesmo continua aparecendo por muito tempo, vale a pena tentar conversar com as pessoas da casa para entender a razão de não fecharem a vaga ou de não conseguirem manter alguém fixo por muito tempo. Tudo isso já te tira de uma boa lista de possíveis enganações.

Outra dica importante é se precaver financeiramente e trazer mais do que o mínimo exigido pelo governo. Se nas primeiras semanas você não conseguir uma acomodação fixa, você terá como pagar um pouco mais para ficar onde está e terá mais tempo para procurar com mais cautela a melhor oportunidade. Pode parecer bobagem, mas isso pode fazer com que você passe longe das ciladas, como falamos no início do artigo, o que vai mudar sua percepção sobre o intercâmbio.

Lembre-se que você estará longe do seu país, das leis que você já está acostumado e da sua família. Uma prevenção a mais nunca será um desperdício.

Não deixe de conferir também o e-book que o E-Dublin preparou sobre Acomodação, com informações detalhadas sobre a situação atual no país, opções de moradia, valores médios, diferenças entre as regiões da cidade e tudo que você precisa saber pra chegar aqui bem mais informado. Clique aqui para baixar gratuitamente!

ebook acomodacao

Revisado por Tarcísio Junior
Imagens via Shutterstock
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Carolina Braziel é formada em Relações Públicas e pós-graduada em MKT pela ESPM|Brasil. Com mais de seis anos de experiência em MKT, decidiu vivenciar o sonho de morar na Europa, mais precisamente na terra dos Leprechauns. Apaixonada incurável por viagens, tem como vício a leitura e pesquisa sobre destinos, curiosidades e roteiros de viagens pelo mundo.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

E-Dublin TV

Como não boicotar seu intercâmbio

1 mês atrás, por Edu Giansante
Dicas de Viagem

Planeje sua viagem e evite surpresas

2 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Destinos de Intercâmbio

Quanto custa viver em Cork?

2 meses atrás, por Deby Pimentel
Divã E-Dublin

Então é Natal…

4 meses atrás, por Juliana Polydoro
E-Dublin TV

Dublin é a segunda pior cidade da Europa?

5 meses atrás, por Edu Giansante