Projeto sugere reintroduzir lobos na Irlanda

Projeto sugere reintroduzir lobos na Irlanda

Rubinho Vitti

3 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O Partido Verde irlandês pediu a reintrodução de lobos na Irlanda para ajudar a “reconstituir” a natureza da ilha e a desenvolver florestas resilientes e criar um senso de natureza selvagem. Segundo eles, os lobos atacam veados que estão retendo a silvicultura na Irlanda.

Lobos cinzentos foram extintos da Irlanda há mais de 250 anos, mas projeto quer reintroduzi-los nas florestas da ilha. Foto: PXhere

Os lobos cinzentos viveram nas florestas da Irlanda até que seu habitat foi destruído e eles foram caçados, o que provocou a extinção deles na ilha. O último lobo visto na Irlanda foi no Condado de Carlow, em 1786. Hoje, para não dizer que não existem na ilha, eles podem ser vistos no Dublin Zoo.

Em algumas partes da Europa Ocidental e dos EUA, seu número está aumentando graças a ​​projetos de proteção e conservação, que os ajudam a recuperar seus antigos terrenos de caça.

Leia também: Filhote de girafa nasce no Dublin Zoo

O projeto, no entanto, não dará certo na atual gestão governamental. Pelo Twitter, a ministra do Patrimônio, Cultura e Artes Josepha Madigan disse que não existem planos de reintroduzir lobos na Irlanda. Para ela, a reintrodução de um grande predador ausente há 250 anos pode minar os programas de conservação existentes e que sua reintrodução causaria danos consideráveis ​​à agricultura.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar