Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Trabalho

5 respostas sobre empregos na Irlanda – E-News #Especial

postou em 15 out 2010

Emprego é um assunto quase diário no grupo de discussão, as dúvidas são muitas, medos, bad news, mas qual a real da Irlanda? Rola um trampo ou não?

Vamos aos fatos, a situação está bem feia por aqui. Essa história de maior índice de desemprego da Europa também procede. E quando tudo isso vai passar? Bom, passar vai, está passando, mas quando vai findar, só Deus sabe. O X da questão é, ainda está valendo arriscar e vir estudar na Irlanda?

É claro que sim pessoal, afinal, se você passar uma tarde do centro de Dublin, verá que o que mais tem aqui são brazucas. Mas, claro que dá aquela insegurança básica,  medo de não conseguir trabalho, de dar errado, foi assim comigo e com 99% da galera que está aqui. Então vamos a pergunta que não quer calar, TEM EMPREGO?????????????????????

worldculturepictorial

Prepare as pernas na busca por emprego. Foto reprodução: Mario Tama / Getty Images North America, Seth Wnig / AP, and Jason Andra/Gothamist

  1. Emprego sempre tem, o problema é que com a recessão a possibilidade de encontrar o emprego dos sonhos é menor. Os subempregos estão ai, sim, eles mesmos (faxineiro, segurança, housekeeper, babá, aupair, porteiro, cata copo, cata tudo). O importante é não fechar portas, estar pronto para o que aparecer.
  2. Vou chegar e agarrar meu subtrampo? Não. As coisas não são tão simples assim. Crise é crise, então prepare-se para bater perna, fazer o maior número de amizade possível (networking é tudo). Se vire nos trinta. Vale também os sites de empregos, jornais, anúncios nas próprias lojas, fale com seu flatmate, com o cara do pub da esquina e até com o cachorro da praça. Já dizia o ditado, quem tem boca vai à Roma…bom, aqui na Ilha, fica valendo a boca e um inglês pelo menos meia boca para conseguir algo.
  3. Quanto tempo em média demorarei para conseguir um emprego? Isso depende muito. Você é motivado? Faz a linha, espera cair do céu? Desanima no primeiro NÃO que escuta? Pense em tudo isso, pois são fatores que contarão pontos na hora de buscar o sonhado “My First job in Ireland”. A média entre os E-Dubliners tem sido de três meses (pelo menos, foi o que mais de 70% dos entrevistados responderam em nossas pesquisas,). Então se você está se preparando para vir, traga uma graninha folgada para segurar a onda por esse tempo. Evitem as extravagâncias na chegada, preocupe-se com o aluguel, a condução para a escola, opte pela Guinness do supermercado, bem mais barata que a dos pubs.

  4. É verdade que as meninas conseguem empregos mais fácil que os meninos? SIM!!!!!!!!!! Para as meninas…a oferta de aupairs é grande e dificilmente vai faltar, afinal, a irlandezada adora fazer filho…e dar conta de três, quatro não é tarefa fácil. Sem falar que tem nanny, cleaner, housekeeper, atendentes… A galera pode dizer, AHHHHHHH, mas aupair ganha uma miséria, pero no mucho. SimMMMMMMMMMMM é verdade, a maioria paga entre 100 e 200 por semana. Mas a ideia aqui é manter viva a possibilidade do intercâmbio e segurar a onda por um tempo. A vantagem é que mesmo ganhando pouco, o salário é livre, já que, alimentação, acomodação está incluso no pacote. PENSEM NISSO MENINAS. E sem falar, que você pode continuar tentando outros trampos. Além disso, chefes homens podem preferir mulheres, acontece… Para os meninos. Força na peruca galera…vida de intercambista é uma aventura, porteiro, segurança, cleaner, garçom, são as vagas mais comuns. Como não rola a boquinha de aupair para os meninos, o lance é correr atrás e segurar a oportunidade que chegar.

  5. Tem gente indo embora por não ter conseguido emprego? Estou na Irlanda há quase dois anos e não tenho visto relatos do tipo. O mais comum é ver intercambista revendo seus conceitos, optando pelo interior, deixando de viajar para outros países, ou mesmo descobrindo habilidades quem nem imaginavam ter. Já vi gente virando pizzaiolo,  taxista, agente de viagem e até figurante de cinema…tudo para salvar o aluguel no final do mês. Ai você pode perguntar, e vale a pena? Bom, isso depende de cada um, do seu sonho, objetivos e principalmente da sua motivação.

O que diz a mídia?

A mídia alarma todos os dias a marca de 500 mil desempregados irlandeses, e há quem diga que o número real passa dos 700mil, mas vale lembrar que eles recebem cerca de 200 euros do governo toda semana sem fazer absolutamente nada. Ou seja, para que que eles vão se submeter a lista de subempregos se eles ganham praticamente a mesma coisa para ficar em casa? E detalhe…o seguro desemprego aqui é concedido por tempo indeterminado…

Outra coisa a considerar, só no primeiro semestre de 2010, pelo menos 10 mil jovens irlandeses sairam do país em busca de oportunidades, a previsão é que mais 40 mil partam em 2011, segundo dados da Economy and Social Research Institute. Então galera…daqui a pouco o mercado sentirá esse contrafluxo e vai apelar para quem estiver aqui.  E o melhor, segundo análises de quem entende de economia, 2011 será melhor. Sem avanços estupendos, mas reagindo ainda mais!

A dica é a seguinte…tem setores que apesar da recessão tem conseguido crescer, principalmente entre as multinacionais, então, para quem está se preparando e já tem um inglês bom, circule na sessão career das empresas, e deixem curriculo. Não custa nada e numa dessas você vai abrindo caminho, ou tentando algo ai mesmo do Brasil.

Quer um exemplo? Uma pesquisa publicada recentemente mostrou que o Google Ireland cresceu 5x mais no ano passado. O interessante é que volta e meio circula anuncios de vagas para profissionais bilíngues, incluindo (português do Brasil).

Além das oportunidades tecnológicas, vários investimentos foram feitos nas áreas farmacêuticas. Outro setor que deve crescer é a “economia verde”, não só pela necessidade mundial, mas também, porque a Irlanda tem algumas metas a cumprir até 2015, e esse setor ainda é muito precário por aqui. Se você trabalha em algumas dessas áreas no Brasil, fica valendo também uma visita nos sites das empresas que estão estabelecidas aqui, pois, a maioria das vagas estão previstas para os próximos anos. Acompanhe as news e aumente as chances de colocação na área.

E quer saber, se não valesse a pena não teria tanto brasileiro circulando pelo solo verde! Pense nisso and come join us! o/

(Esta semana não tivemos E-Dublin News, mas semana que vem estaremos de volta, informativos como sempre! =o)

Sobre o Autor


Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Amante das viagens, coleciona mais de 80 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Trabalho

5 sites para procurar vagas de marketing na Irlanda

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves