Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Saúde

Qual a importância do seguro viagem durante seu mochilão?

Elizabeth Gonçalves postou em 17 set 2018

Qual a importância do seguro viagem durante seu mochilão?

Cair na estrada para fazer um tão sonhado mochilão é, sem dúvida, uma experiência de vida incrível. É claro que, para se aproveitar ao máximo essa oportunidade, muito planejamento e detalhes devem ser levados em consideração bem antes do embarque.

Seguro viagem é um detalhe muito importante no planejamento do mochilão. Imagem: Thodonal | Dreamstime

Seguro viagem é um detalhe muito importante no planejamento do mochilão. Imagem: Thodonal | Dreamstime

Pré-definir o roteiro, checar as melhores possibilidades de transporte entre um país e outro, hospedagem e fazer as malas são alguns deles. Mas o que acontece é que muita gente esquece um detalhe muito importante nesta lista: o seguro viagem.

Ninguém quer pensar em coisas negativas na hora de programar as férias, mas imprevistos podem acontecer e transformar aquela viagem dos sonhos num verdadeiro pesadelo. É justamente por isso que hoje abordamos aqui os principais motivos pelos quais você deve adquirir um seguro viagem para fazer o seu mochilão.

Obrigatoriedade

Nem todos os países exigem que seus visitantes adquiram um seguro viagem. Porém, em outros, além de ser obrigatório, é necessário cumprir uma série de requisitos. Esse é o caso dos países europeus que integram o Tratado de Schengen.

Os países que fazem parte são Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, países Baixos, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça.

Alemanha é um dos países que exigem seguro viagem obrigatório. Imagem: Sjankauskas | Dreamstime

Alemanha é um dos países que exigem seguro viagem obrigatório. Imagem: Sjankauskas | Dreamstime

Para visitar esses países, é essencial possuir assistência médica e hospitalar no valor mínimo de 30 mil euros. E fique atento, já que na imigração é bem provável você ser obrigado a mostrar a apólice de seguro para ter a entrada no país permitida.

Evite despesas extras

Visitar países onde o seguro viagem não é obrigatório não descarta a necessidade de se adquirir um. Afinal, deparar-se com uma situação na qual é necessário auxílio médico em um país estrangeiro, onde você não está familiarizado com o sistema de saúde e está longe da família e amigos, não é algo agradável.

Isso sem falar que os custos com saúde em caso de uma emergência podem extrapolar — e muito — os gastos com a sua viagem. Uma visita ao departamento de emergência num hospital canadense ou americano, por exemplo, pode sair por mais de mil dólares, dependendo do procedimento.

Na Irlanda, isso também não é muito diferente, já que as taxas do departamento de emergência dos principais hospitais do país variam entre 100 e 506 euros para visitantes.

Benefícios

Além de cobrir gastos com saúde e medicamentos, muitos seguros de viagem oferecem cobertura para outros imprevistos que podem acontecer durante a sua viagem.

Alguns seguros cobrem voos perdidos e bagages extraviadas ou danificadas. Imagem: Everydayplus | Dreamstime

Alguns seguros cobrem voos perdidos e bagagens extraviadas ou danificadas. Imagem: Everydayplus | Dreamstime

Como um mochilão envolve uma série de deslocamentos entre cidades e países, vale investir um pouco mais e adquirir um seguro que ofereça cobertura no caso de perda de voos, extravio de malas, perdas, roubos e, até mesmo, avarias que podem ser causadas à sua bagagem devido à má acomodação ou falhas no manuseio fornecido pela empresa aérea.

Assistência em qualquer lugar

Na hora de fazer o seguro, preste bastante atenção se a cobertura inclui todos os países para onde você vai. Dessa forma, você evita se deparar com surpresas desagradáveis durante a sua viagem.

Também vale destacar que, se na sua viagem você for praticar esportes radicais, é fundamental fazer um seguro que cubra os acidentes que podem ocorrer nesse tipo de aventura. Esse detalhe pode encarecer um pouco o valor do seu seguro, mas, mesmo assim, é essencial caso algum imprevisto aconteça e você precise acionar a cobertura.

Esportes radicais exigem cobertura especial. Foto: The Skydiver | Dreamstime

Esportes radicais exigem cobertura especial. Foto: The Skydiver | Dreamstime

Atenção!

Antes de embarcar no seu mochilão tenha certeza de que você possui a sua apólice e todos os telefones de emergência 24 horas da seguradora. Também observe se os telefones internacionais aceitam ligações gratuitas. Outra novidade é o acionamento do seguro por meio de aplicativos como WhatsApp e Skype.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Elizabeth Gonçalves é jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há mais de um ano e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Cultura

Mitos e verdades sobre o castelo do Drácula, na Romênia

1 semana atrás, por Elizabeth Gonçalves
Oferecimento

5 dúvidas sobre o seguro saúde para intercambistas

2 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Cultura

Você já conhece Dundalk, na Irlanda? Deveria!

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

Conheça a bela Westport

3 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Saúde

Venda de medicamentos nas redes sociais: entenda os riscos

3 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
E-Dublin TV

O melhor queijo-quente de Dublin

3 meses atrás, por Tarcisio Junior
Saúde

Precisando de médico na Irlanda

3 meses atrás, por Ávany França