Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Trabalho

Que tal trabalhar e assistir a shows internacionais de graça?

Colaborador E-Dublin postou em 20 dez 2017

Trabalhar com vendas em shows e de quebra assistir tudo de graça. Crédito © Anna Om | Dreamstime

Trabalhar com vendas em shows e de quebra assistir tudo de graça. Crédito © Anna Om | Dreamstime

Já imaginou alguma vez na vida poder assistir aos shows da Beyoncé, Coldplay ou Bruce Springsteen de graça e ainda ganhar uma grana por isso? Ana Martins também não, mas essa foi apenas uma das surpresas do seu intercâmbio na Irlanda.

Natural de Rolândia, no Paraná, Ana embarcou ao tão sonhado intercâmbio com uma determinação em mente: aprender um novo idioma. Já acomodada e com o visto de estudante em mãos, era hora de procurar um trabalho. Nessa época, a indicação de um amigo brasileiro fez com que ela fosse trabalhar como freelancer em shows internacionais de grande porte na Irlanda – um bico para lá de interessante.

Apesar de se tratar apenas de vender e abrir garrafas de cerveja durante o show, Ana disse ter aprendido muito. A empresa responsável em fazer esse serviço trabalha com uma equipe quase que 100% de estrangeiros, principalmente brasileiros, já que somos vistos como ágeis e muito responsáveis. Isso sem contar no nossa marca registrada para vendas: bom humor e descontração.

A diva Beyoncé foi apenas um dos shows que a Ana assistiu de graça na Irlanda. CRédito: © Andre DurÃo | Dreamstime

A diva Beyoncé foi apenas um dos shows em que a Ana trabalhou na Irlanda. Crédito: © Andre D. | Dreamstime

Com esse trabalho, Ana teve a oportunidade de apreciar alguns dos maiores eventos internacionais na ilha. Durante a turnê da norte-americana Beyoncé na Irlanda, em 2016, ela pôde conferir a pouquíssimos metros, a performance da cantora e seus bailarinos, já que ela trabalhou em frente ao palco. O mesmo ocorreu no show do roqueiro Bruce Springsteen e do Coldplay.

Por outro lado, Ana revela que nem sempre é possível acompanhar o show por completo, visto que a pessoa está a trabalho, mas dependendo da posição a qual é colocada, fica mais fácil. Além disso, como a venda de bebidas alcoólicas encerra-se às 22 horas, os vendedores são liberados e podem curtir o final do evento como todos os demais

Ana em uma das partidas de Rugby em que foi escalada para trabalhar. Arquivo Pessoal

Ana em uma das partidas de Rugby em que foi escalada para trabalhar. Arquivo Pessoal

Além dos shows de grande porte, ela também já trabalhou em partidas de Rugby e outros campeonatos importantes da Irlanda. “O valor pelo trabalho realizado às vezes não é tão alto, mas a experiência e a oportunidade de apreciar um evento desses, com certeza é recompensador, isso sem contar nas novas amizades que são realizadas a cada concerto”, revela.

Hoje Ana possui um emprego fixo, mas mesmo assim não abre mão de trabalhar nos eventos.

O que você precisa para “freelar” em eventos na Irlanda

Ana com outros brasileiros. A gente trabalha mas também se diverte. Arquivo Pessoal

Ana com outros brasileiros: “A gente trabalha, mas também se diverte”. Arquivo Pessoal

Já mencionamos que o networking ajuda, e muito, a conseguir qualquer tipo de emprego. Com a Ana não foi diferente. A dica maior é ficar antenado com quem já está a mais tempo na Irlanda, pois, no final, os brasileiros são os que mais ajudam os demais conterrâneos recém-chegados. Procurar por possíveis jobs, trabalho voluntários e outras possibilidades de contratação nos sites dos estádios e casas de shows também é uma opção. Empresas como a DRINKS2U também sempre postam oportunidades – essa é uma das empresas que contrata temporários para trabalhar nos eventos.

Sobre o autor:
Crédito Samantha Camelo Fabiano de Araújo é gaúcho de carteirinha, mas catarinense de coração. Formado em Comércio Exterior, trabalhou 10 anos com exportação. Um belo dia resolveu largar tudo e encarar um intercambio próximo dos 40 anos, como forma de entrar na melhor idade realizando sonhos. Amante por viagens inesperadas está sempre com uma mochila pronta para encarar desafios. Resolveu compartilhar de sua aventura com os demais por acreditar que nunca é tarde para realizar sonhos.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Mercado

Irlanda têm vagas para biotécnicos e químicos

13 horas atrás, por Deby Pimentel
E-Dublin TV

Como é trabalhar com análise de dados na Irlanda

3 semanas atrás, por Tarcisio Junior
E-Dublin TV

Coordenador de recrutamento na Irlanda

3 meses atrás, por Edu Giansante
E-Dublin TV

Área de comercio exterior na Irlanda

4 meses atrás, por Edu Giansante
Trabalho

Como passei de Kitchen Porter a Chef

4 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Trabalho

Profissões que vão bombar na Irlanda em 2018

5 meses atrás, por E-Dublin Press
E-Dublin TV

Trabalhar com contabilidade na Irlanda

5 meses atrás, por Edu Giansante
E-Dublin TV

Trabalhando com RH na Irlanda

5 meses atrás, por Edu Giansante
Cultura

Shows que vão bombar na Irlanda em 2018

6 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Agenda Cultural

Agenda Cultural Irlanda 2018

6 meses atrás, por Rubinho Vitti