Que tal trabalhar em uma pequena ilha na Irlanda?

Que tal trabalhar em uma pequena ilha na Irlanda?

Rubinho Vitti

6 dias atrás

O maior evento sobre a Irlanda no Brasil

Uma pequena ilha sem eletricidade onde há acomodações e um café está precisando de duas pessoas para serem gerentes. Sim, você leu bem, sem eletricidade. Ou seja, não há chuveiros quentes, aquecedores ou wi-fi. Porém, a vista selvagem e a tranquilidade do local fez com que este anúncio de emprego rodasse o mundo.

As vagas — para um casal ou dois amigos — estão abertas para trabalhar nas ilha Great Blasket, na costa atlântica da Irlanda, entre 1 de abril e 1 de outubro de 2020. Além de acomodação, os escolhidos terão refeições gratuitas além de desfrutar de um estilo de vida completamente diferente.

Leia também: Empresas estrangeiras são responsáveis por 10,5% dos empregos na Irlanda

São três chalés que acomodam até 21 pessoas. São servidos chá, café e lanches aos visitantes. A única energia elétrica é gerada por uma pequena turbina eólica suficiente para carregar um telefone celular. A ilha Great Blasket faz parte das ilhas Blasket, que formam seis ilhas no total na costa de Kerry.

A repercussão chegou na imprensa e o canal RTE entrevistou a proprietária e autora do anúncio, Alice Hayes. Ela disse que o trabalho é intenso, mas que as vagas são únicas. “Nenhum dia é o mesmo”. Para ela, os candidatos fortes são aqueles que estão saudáveis, em forma e gostam de conversar, além de serem gentis.

Já o jornal Irish Times entrevistou o casal que tomou conta da ilha no ano passado, Gordon Bond e Lesley Kehoe. “Nossa melhor lembrança da ilha é o mesmo momento, repetido muito: o pôr do sol ou a lua nascendo sobre Iveragh. Foi ótimo para o nosso relacionamento. Nós éramos uma ótima equipe. Viver e trabalhar juntos nos tornou melhores amigos do que nunca”, disse Lesley.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar