Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Ensino Superior

Quer trabalhar na Irlanda? Aposte nas certificações

Deby Pimentel postou em 26 jul 2017

Algumas certificações são exigidas para as vagas de trabalho formal para estrangeiros na Irlanda. Crédito: Tashatuvango | Dreamstime

Algumas certificações são exigidas para as vagas de trabalho formal para estrangeiros na Irlanda. Crédito: Tashatuvango | Dreamstime

Muito se busca sobre as vagas de trabalho formal para estrangeiros na Irlanda. Já publicamos diversas matérias sobre o assunto: as áreas com demanda, a burocracia com a documentação, visto e as oportunidades autorizadas pelo governo. No entanto, inclusive para aqueles que já possuem o visto, seja do tipo Green Card, Work Permit, Stamp 1, 1A, 1G, 2 ou 4, a residência ou, ainda, a tão sonhada cidadania europeia, algumas certificações são exigidas – o que também diminui o número de vagas para estrangeiros. Logo, alinhar-se à empregabilidade na Ilha Esmeralda pode se tornar um grande desafio.

Os certificados

Você talvez já tenha ouvido falar em FETAC, NFQ Level (National Framework of Qualifications), Graduate Scheme, ILEP (Interim List of Eligible Programmes – uma lista dos programas/cursos reconhecidos pelo governo irlandês), entre outros, e ter se perguntado o que estas siglas interferem na conquista do seu emprego formal na Irlanda. A resposta é simples. Algumas delas representam certificados para a atuação em sua profissão – praticamente seu passaporte para uma vaga.

Os FETAC, também conhecidos como técnicos, são uma categoria intermediária entre o ensino médio e uma universidade e preparam o profissional para o mercado de trabalho de forma generalista, em alguns programas. Os cursos têm duração máxima de um ano, conforme a área, e nem sempre exigem a proficiência de inglês.

Certificado dá ao estudante a qualificação necessária para o ingresso no curso (ou profissão) desejado. Crédito: Yulia Petrova | Dreamstime

Certificado dá ao estudante a qualificação necessária para o ingresso no curso (ou profissão) desejado. Crédito: Yulia Petrova | Dreamstime

Sistema de Educação na Irlanda

Já para aplicar para os certificados ou qualificações do tipo NFQ, vale lembrar que o sistema de Educação na Irlanda, sobretudo para o ensino superior, é regido pelo Quality and Qualifications Ireland (QQI), um órgão composto de diferentes instituições e que é responsável pelo NFQ, um sistema com níveis de 1 a 10 que dá aos estudantes as qualificações necessárias para o ingresso no curso (ou profissão) desejado. Ele padroniza conteúdo e carga horária, conferindo parâmetros de base e comparação entre diferentes instituições de ensino (nacionais e internacionais) em níveis tecnológico, de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado, além do reconhecimento do diploma de outro país.

As possibilidades de trabalho profissional na Irlanda exigem NFQ entre 8 e 10 – o que corresponde ao diploma de bacharel no Brasil para a maioria das profissões. Para atuar como professor, principalmente universitário, por exemplo, o governo irlandês exige NFQ 10, o que equivale a um doutorado. As equivalências também podem sem consultadas no site do QQI.

Cursos e garantias

Portanto, para a obtenção de alguns certificados – e a conquista de vagas -, vale consultar qual o nível exigido para sua atuação e se a sua formação no Brasil atinge a pontuação ou ainda se será preciso algum curso complementar local que permita a você tal aplicação. No caso de ingressar em algum curso, também fique atento aos programas e instituições que são válidos. O Qualifax pode ser uma boa fonte de consulta para estes quesitos. Entender o sistema é fundamental para manter o foco e garantir o resultado.

As possibilidades de trabalho na Irlanda exigem NFQ entre 8 e 10, o que corresponde ao diploma de bacharel no Brasil para a maioria das profissões. Crédito: Katkov \ Dreamstime

As possibilidades de trabalho na Irlanda exigem NFQ entre 8 e 10, o que corresponde ao diploma de bacharel no Brasil para a maioria das profissões. Crédito: Katkov \ Dreamstime

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Jornalista com MBA em Marketing e Empreendedorismo, Débora Pimentel é uma paulistana apaixonada por fotografia, gastronomia e tecnologia. Uma virginiana que adora novas culturas e desafios. Acredita que a informação é sempre a melhor maneira de transformar sonhos em possibilidades.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

E-Dublin TV

Engenharia Elétrica na Irlanda

6 dias atrás, por Edu Giansante
Trabalho

Engenheiros também têm chances na Irlanda

1 mês atrás, por Deby Pimentel
E-Dublin TV

Trabalho de bartender na Irlanda

2 meses atrás, por Edu Giansante
Essenciais

Evite golpes no planejamento do seu intercâmbio

2 meses atrás, por Tarcisio Junior
Meu Intercâmbio

5 formas de boicotar o seu intercâmbio

2 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
E-Dublin TV

Oportunidade

3 meses atrás, por Edu Giansante
Idiomas

5 Formas para aprender a falar inglês mais rápido

3 meses atrás, por Colaborador E-Dublin