Reino Unido e Irlanda fecham acordo sobre o Brexit

Reino Unido e Irlanda fecham acordo sobre o Brexit

Rubinho Vitti

1 semana atrás

A “novela” do Brexit ainda está longe de acabar, mas um capítulo parece ter encerrado o assunto a respeito da Irlanda do Norte e a República da Irlanda. O Reino Unido assinou um acordo garantindo a livre circulação entre os dois países. Além dos pólos irlandeses, as ilhas Jersey, Guernsey e Man também entram nessa resolução.

Sendo assim, independentemente do que for decidido sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, não haverá necessidade de visto, autorização ou outro tipo de documento para cruzar as fronteiras entre esses territórios.

O que prevê o acordo?

Acordo entre Reino Unido e Irlanda sobre o Brexit acerta livre acesso para irlandeses do norte e do sul. Foto: Pxhere

A assinatura do documento que garante a livre circulação entre Irlanda e Irlanda do Norte aconteceu na quarta-feira, dia 8 de maio. Ele prevê que os cidadãos, tanto irlandeses ou nortenhos, possam trabalhar, estudar, ter acesso à saúde e educação, além de outros direitos. Ele assegura o que já ocorria desde 1922, quando houve um acordo de livre circulação entre os dois países.

Então não vai mais ter muro?

Irlanda do Norte não terá mais separação física com a República da Irlanda. Foto: Pxhere

Não! Como dissemos aqui no E-Dublin, existia a possibilidade de haver uma fronteira física entre as duas Irlandas. Com isso, existia um medo de que, com o Brexit, o terror do passado voltasse à tona, já que as duas Irlandas têm histórico de guerras, e não seria nada interessante que houvesse muros ou separações entre elas. Afinal, isso poderia gerar um “revival” de conflitos que não acontecem desde o acordo de paz entre Irlanda e Irlanda do Norte, assinado em 1998.

Outro dado divulgado recentemente era de que motoristas irlandeses que pretendiam viajar de carro para a Irlanda do Norte deveriam aplicar para uma espécie de “green card”.

O que mais pode acontecer com a Irlanda depois do Brexit?

Pessoas que trabalham na capital da Irlanda do Norte, Belfast, por exemplo, poderão morar na República da Irlanda e fazer o trajeto sem problemas. Foto: Pxhere

Apesar do acordo, muito se especula e se estuda a respeito dos efeitos do Brexit na República da Irlanda. Como existem muitos irlandeses que vivem no Reino Unido ou ingleses com família na Irlanda, organizações mostram que é possível muitos nativos retornarem ao país e muitos britânicos passarem a viver na Irlanda por ela ainda estar dentro da União Europeia. Isso pode, até mesmo, afetar ainda mais a crise de acomodação no país.

E o mercado de trabalho?


Sim, haverá um impacto global com a saída do Reino Unido da União Europeia. Mas claro, países europeus vão sentir mais, em especial aqueles que têm uma relação direta com o Reino Unido, como é o caso da Irlanda, que existe na mesma ilha onde há um país britânico.

Com o atraso das negociações, os investidores estão evitando aplicar em países onde não se sabe muito o que vai acontecer, escolhendo outros lugares para fugir de futuros problemas. Sem investimento, pode-se afetar abertura de empresas. Um exemplo é a Honda, que deixou de abrir uma empresa em Donegal. Mesmo sem admitir que foi por causa do Brexit, há muita especulação dizendo que esse foi, sim, o motivo.

As empresas que já estão instaladas em países como a Irlanda podem não demitir, mas, com a incerteza do Brexit, elas podem deixar de crescer. Ou seja, deixar de contratar. Apesar de todas as especulações, mesmo com base em informações, apenas quando acontecer o Brexit é que haverá uma ideia do que realmente vai acontecer. Com o acordo agora firmado, boas notícias podem estar por vir.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar