Ryanair não deve ter voos entre abril e maio

Ryanair não deve ter voos entre abril e maio

Rubinho Vitti

4 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A companhia aérea irlandesa Ryanair afirmou que não espera operar voos durante os meses de abril e maio, meses decisivos para contingenciamento do surto do novo coronavírus. A agência informou que continua trabalhando com os governos em vôos de resgate para devolver passageiros retidos ao país de origem.

Para os passageiros cujos voos foram cancelados, a Ryanair disse que receberá um e-mail descrevendo opções de reembolso ou remanejamento dos voos. A companhia aérea pediu aos passageiros “que sejam pacientes e tenham paciência conosco”.

“Nós lamentamos sinceramente as perturbações necessárias e inevitáveis para ajudar os governos da UE a limitar a disseminação do Covid-19 para proteger nossos cidadãos”, disse Michael O’Leary, chefe executivo da Rynair, em nota oficial da companhia.

Leia também: Irlanda amplia medidas para contenção do Covid-19

A nota segue dizendo que houve redução do quadro de funcionários em 50%. “Por razões de distanciamento social, pedimos aos clientes que sejam pacientes e tenham paciência conosco”, disse, ressaltando para que não liguem para a empresa, “pois o número reduzido não será capaz de acomodar nada além dos casos mais urgentes”.

A companhia afirmou manter cerca de 12 rotas com destino à Irlanda e 11 para o Reino Unido, mas como forma emergencial, alguns partindo de Dublin para países como Portugal, Alemanha, Reino Unido, entre outros.

Todas essas aeronaves serão desinfetadas diariamente, com cargas baixas e distanciamento social otimizado a bordo.

Segundo reportagem da RTÉ, o número de passageiros caiu mais de 76% no Dublin Airport e o número de voos total caiu 53%. Muitos aviões estavam quase vazios. Em um deles, segundo a reportagem, havia cerca de 9 pessoas a bordo.

Veja também

Como cuidar da saúde durante uma viagem no exterior?

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar