Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Meu Intercâmbio

Sentir culpa também faz parte do intercâmbio

Colaborador E-Dublin postou em 20 set 2017

Quando você decide fazer um intercâmbio, uma chuva de sentimentos invade seu corpo e a sua mente, principalmente se for a primeira vez que você saí do país ou a primeira vez que você anda de avião – o meu intercâmbio foi cheio dessas primeiras vezes!

Mas meu texto hoje não é para falar da pré-viagem, mas sim para falar do que acontece durante ela. Se você, assim como eu, durante seu intercâmbio decidiu que sua vida fazia um pouco mais de sentido naquele novo país, por qualquer motivo que seja, e que agora você quer que essa vida “temporária” se torne cotidiana, eu já te aviso: uma nova onda de sentimentos vai surgir depois dessa decisão.

Mas eu quero falar de um sentimento específico, e não, não é de saudade, mas sim de culpa. Assim como a sua vida continua no novo país, a de quem ficou no Brasil também. Seus amigos vão se casar, alguém pode ficar doente, alguém vai ter filho, alguém pode morrer. É a lei natural das coisas, mas nós, brasileiros, somos muito apegados a quem amamos, e por isso quando uma dessas coisas acontecem, a gente se pega pensando em fazer mil loucuras só para estar presente.

Cedo ou tarde a culpa vai fazer parte do seu intercâmbio. Prepare-se. Fonte; © Brandinharris78 | Dreamstime

Cedo ou tarde, a culpa vai fazer parte do seu intercâmbio. Prepare-se. Fonte: © Brandinharris78 | Dreamstime

E muitos dos que ficaram, esses aí que casam, têm filhos, etc, não conseguem entender como a gente não pode estar presente neste momento tão único – é nesses momentos que a culpa aparece.

Eu vivi situações assim quando estava na Nova Zelândia: como assim eu não estaria no Brasil para o casamento da minha melhor amiga? Para formatura do meu irmão? Para visitar minha avó no hospital? Quando nos deixamos levar por essas indagações, aquela decisão que fizemos lá no começo dá uma bambeada e você começa a se sentir culpado.

É claro que eu queria estar presente em todos esses eventos, mas a minha escolha em ficar não me faz amar menos ninguém, ou então com que eu me preocupasse menos. Eu sabia da minha realidade, de como funcionava a imigração e de como uma viagem para o Brasil seria algo impossível naquele momento, seja financeiramente ou porque simplesmente não dava.

Você sabe da sua realidade. É aquela velha história… a maioria das pessoas só enxerga aquela foto bonita do Instagram e acha que essa é a nossa realidade 100% do tempo, afinal, se você tem dinheiro para viver e viajar no exterior, por que não pode voltar só um final de semana?

Não podemos nos sentir culpados em fazer uma escolha sobre a nossa própria vida, sobre os nossos sonhos. A culpa vai aparecer algumas vezes, mas é preciso lembrar que você vem em primeiro lugar e que seus objetivos e o que você precisa para conquistá-los exigem alguns sacrifícios.

Isso não te faz uma pessoa ruim, mas sim uma pessoa com maiores chances de realizar seus sonhos.

Sobre a autora:
NathaliaNathalia Souza, 27 anos, publicitária, escritora de textos em bloquinhos de nota, descobriu no intercâmbio o que realmente faltava na sua vida e decidiu que essa seria a sua.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Reflexões

Resolução para 2018? Respire!

3 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Meu Intercâmbio

Sobre chegar e estar no Intercâmbio

3 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Cultura

Conheça os principais teatros de Dublin

3 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Curiosidades

Trinity College: a Universidade mais antiga da Irlanda

3 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Meu Intercâmbio

Um recadinho para aqueles que estão longe

3 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Meu Intercâmbio

Dublin! Já faz quatro meses que cheguei aqui

3 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin