Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Sua Carreira no Exterior

Será que você terá chance no mercado de trabalho irlandês?

Deby Pimentel postou em 02 out 2017

Há quase 300 mil trabalhadores não-irlandeses, destes 6.568 são brasileiros, a 10ª nação de estrangeiros a atuar no mercado irlandês. Crédito: depositphotos/gustavofrazao

Há quase 300 mil trabalhadores não-irlandeses. Destes 6.568 são brasileiros, a 10ª nação de estrangeiros a atuar no mercado irlandês. Crédito: Depositphotos/gustavofrazao

A economia na Irlanda anda aquecida em diversos aspectos e os números são positivos: aumento do consumo, investimento estrangeiro em alta e mais empregos são alguns exemplos. Por isso, as estatísticas sobre o mercado de trabalho são importantes para apoiar a empregabilidade e nortear um caminho profissional a seguir.

De acordo com o relatório emitido pelo Central Statistics Office (CSO: Departamento do Governo Irlandês para Estatísticas), a diversidade cresceu nos últimos anos, considerando que há mais mulheres no mercado de trabalho irlandês, assim como estrangeiros – mais presentes em áreas relacionadas à Saúde e TI.

A pesquisa, realizada em 2016, registrou que há quase 300 mil trabalhadores não-irlandeses no país – destes, 6.568 são brasileiros, a 10ª nação de estrangeiros a atuar no mercado local (a mão de obra irlandesa representa cerca de 1,7 milhões de pessoas).

Áreas em alta

Aliás, já não é de hoje que a área de TI está em alta e absorvendo mão de obra estrangeira, sendo observadas as exigências quanto ao idioma, habilidades necessárias e, claro, o visto, principalmente depois de a Irlanda se tornar o polo de grandes empresas como Apple, Facebook, Google, entre outras. As áreas afins à tecnologia (analistas, desenvolvedores, engenheiros de computação, programadores, entre outros) são bem-vindas. O marketing digital e atendimento ao cliente também estão em evidência, empregando falantes de português, inclusive.

Outras áreas que estão em alta, segundo o documento da CSO, estão ligadas à Saúde – pesquisas em diversos setores -, com facilidades para químicos e biotécnicos, por exemplo. Engenheiros também são bem-vindos, uma vez que a construção é o setor mais aquecido para irlandeses e estrangeiros, em geral.

Vale lembrar que Finanças, Negócios e Logística também são opções, uma vez que, com o crescimento da economia local, as empresas demandam profissionais destas áreas, independentemente do setor em que atuam – isso significa que se você é da área de vendas, por exemplo, poderia atuar numa indústria química.

Com o crescimento da economia local, Finanças, Negócios e Logística são opções no mercado de trabalho na Irlanda para estrangeiros. Crédito: depositphotos/sdecoret

Com o crescimento da economia local, Finanças, Negócios e Logística são opções no mercado de trabalho na Irlanda para estrangeiros. Crédito: depositphotos/sdecoret

Certificações e Visto

Mesmo que o seu inglês esteja impecável, sobretudo o da sua área de atuação, é preciso lembrar outros fatores fundamentais para garantir a sua empregabilidade na Irlanda: a permissão de trabalho, o visto e, em algumas profissões, a certificação.

Assim, se você quer fazer parte destes números e aumentar as suas chances de atuar no mercado de trabalho irlandês, registre:

•  A permissão de trabalho pode durar entre 6 meses e 2 anos e depende da aprovação do governo e da documentação da empresa onde irá trabalhar;
•  Você deverá ficar, no mínimo, 12 meses neste emprego;
•  É possível renovar depois desse período, dependendo da aprovação do governo;
•  Uma vez que você obter a permissão, terá os mesmos direitos e deveres de um trabalhador irlandês;
•  A permissão só será emitida para vagas cujo salário anual mínimo atinja 30 mil euros – até porque, com menos que isso, fica difícil se manter por lá;
•  Salários menores serão aceitos mediante exceções concedidas pelo governo;
•  Você precisa estar de acordo com as exigências e fazer parte da Highly Skilled Eligible Occupations List, ou seja, estar na lista de áreas autorizadas para mão de obra estrangeira;
•  Atualmente, todo o sistema relacionado é online.

Imagens via Depositphotos
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Jornalista com MBA em Marketing e Empreendedorismo, Débora Pimentel é uma paulistana apaixonada por fotografia, gastronomia e tecnologia. Uma virginiana que adora novas culturas e desafios. Acredita que a informação é sempre a melhor maneira de transformar sonhos em possibilidades.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

Economia

Saiba como aproveitar a Black Friday na Irlanda

13 horas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Trabalho

É possível trabalhar com enfermagem na Irlanda?

1 dia atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

Engenharia Elétrica na Irlanda

6 dias atrás, por Edu Giansante
Publicidade

Conquiste uma experiência internacional na Irlanda

1 semana atrás, por Publicidade E-Dublin
Clima

5 dicas para encarar o inverno irlandês

1 semana atrás, por Deby Pimentel
Saúde

Depressão? Onde procurar ajuda na Irlanda?

2 semanas atrás, por Deby Pimentel
Cultura

Fique por dentro do projeto Casa Brasil na Irlanda

2 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Agenda Cultural

Se liga no que vai rolar na Irlanda em novembro!

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Trabalho

5 sites para procurar vagas de marketing na Irlanda

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Bebidas

Você sabe o que é BYOB?

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Trabalho

Você conhece os contratos de trabalho vigentes na Irlanda?

4 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves