Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Meu Intercâmbio

Sobre as coisas que são apenas nossas… E o intercâmbio é uma delas

Colaborador E-Dublin postou em 18 jun 2017

Existem muitas coisas a se pensar antes de decidir partir para um intercâmbio, afinal de contas, sua vida vai mudar (e muito) após essa escolha. Por experiência própria, acredito que tal decisão é muito pessoal e só precisa da interferência de pessoas muito, mas muito próximas de nós.

Em meio a tantas opiniões de pessoas que estavam tentando influenciar (mesmo sem querer) a minha decisão, lembro-me de uma frase que me disseram pouco antes de eu iniciar essa aventura na terra dos Leprechauns. Até hoje, ela surge em minha mente sempre que algo não sai como planejei ou algo muito bom acontece. “Existem coisas que ninguém pode tirar da gente. Elas serão, para sempre, somente nossas, e isso é o que realmente vale a pena na vida”. E é mesmo, não é?

Não é novidade para ninguém que muitas coisas que conquistamos ao longo da vida infelizmente se perdem pelo caminho. Por este motivo, essa frase me marcou tanto. Não importa quanto tempo passe, quantas pessoas passem por nossas vidas ou quanto dinheiro consigamos juntar. Existem coisas que ninguém, ninguém mesmo, pode tirar do nosso coração e da nossa memória. Conhecer novas pessoas, culturas e países, tornar-se mais independente e forte, enfrentar dificuldades e lutar para conquistar, sozinhos, nossos objetivos, são algumas delas. E, coincidentemente, você pode conquistar tudo isso durante um intercâmbio.

Arquivo Pessoal.

Arquivo Pessoal.

Experiências de vida podem valer bem mais que bens materiais. Mas, é claro que nem todo mundo pode jogar tudo para o alto e seguir para um intercâmbio à procura de novas experiências. Eu entendo isso e respeito. Mas existem aqueles que podem e não fazem por medo do que ainda está por vir. Haverá decepções? Tenho que dizer que sim. Haverá dias em que tudo o que você quer é voltar para casa, deitar na sua cama e comer a comida da sua mãe? Com certeza! Tudo tem dois lados, não é mesmo? É por este motivo que também haverá aqueles dias em que você vai colecionar tantos momentos, experiências e aprendizados, que você acabará pensando “Imagina se eu não tivesse aceitado esse desafio?!”.

Estamos vivendo um daqueles períodos em que poucas coisas são eternas. Dinheiro vai como água, oportunidades se esgotam rapidamente, carros ficam ultrapassados e imóveis podem ficar desvalorizados. O que nos resta, então? As nossas experiências, as lições que tiramos daquilo que tivemos a oportunidade de viver. E isso, certamente, é só seu, para sempre.

Hoje, após alguns meses longe de casa, eu consigo entender muito melhor o significado dessa frase que parecia tão simples. Ela se tornou completamente mensurável para mim após viver tantos altos e baixos durante essa experiência. Agora eu sei que, quando tudo isso terminar e eu voltar para o Brasil, a minha bagagem estará o dobro – ou o triplo – mais cheia. E a melhor parte é que o valor de tudo o que estará nela será incontável e será meu, para sempre.

Sobre a autora:
Catarinense, Ana Carolina Bernardes tem 23 anos, é jornalista e escolheu a Irlanda para iniciar a sua primeira grande aventura. Adora cozinhar, conhecer novos lugares, culturas e criar histórias. Tem o sonho de, algum dia, ser uma escritora e poder contar para as pessoas um pouquinho daquilo que ela viveu pelo mundo.

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

Meu Intercâmbio

Dublin me fez um brasileiro

2 dias atrás, por Colaborador E-Dublin
Meu Intercâmbio

Fazer intercâmbio é como aprender a voar para longe

3 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Vistos

Cuidado com a Deportação

4 semanas atrás, por Ávany França
Meu Intercâmbio

Intercâmbio na Irlanda: Quando a ficha cai

1 mês atrás, por Colaborador E-Dublin
Meu Intercâmbio

Correr atrás de sonho também dói

1 mês atrás, por Colaborador E-Dublin