Trabalhe como cuidador(a) de idosos na Irlanda

Trabalhe como cuidador(a) de idosos na Irlanda

Carol Braziel

7 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Entre a correria de se adaptar ao intercâmbio e a preocupação em conseguir trabalhar, muitos questionam sobre opções de emprego na área da saúde. Sendo assim, conversamos com alguns profissionais da área que trabalham na Ilha, e apresentamos um pouco mais sobre a realidade do cuidador de idosos na Irlanda, também conhecido como Carer ou Health Care Assistant.

Saiba tudo sobre a profissão de cuidador de idosos na Irlanda. © Neil Bussey | Dreamstime.com

Atividades

O carer auxilia o paciente idoso que apresente ou não limitações na vida cotidiana, desempenhando atividades voltadas ao seu bem-estar físico, mental e social, por exemplo:

– cuidar da higiene, banho, troca de fraldas (se necessário), troca de roupas, higiene dos dentes, sendo responsável também por averiguar se o paciente está com dificuldade na hora de ir ao banheiro;

– cuidar da alimentação, sendo responsável também por averiguar se o paciente está com dificuldades para se alimentar;

– comunicação, garantindo que o paciente esteja confortável.

Em documento publicado pela HIQA — Health Information Quality Authority — o National Standards for Safer Better Healthcare, são apresentados, entre outros, os atributos que o profissional deve ter, como tratar seus pacientes com bondade, consideração e respeito e passar a ele e sua família as informações que precisam para a tomada de decisões.

Mas é importante ter em mente que o carer precisa ter também paciência, pois muitos pacientes podem apresentar algum tipo de doença que impossibilite ou dificulte a comunicação, como Alzheimer e demência, além de ter uma ótima disposição e comunicação. Afinal, não basta apenas observar os pacientes, é necessário interagir e aprender a se comunicar conforme a necessidade de cada um, mantendo os enfermeiros e médicos sempre atualizados sobre qualquer modificação no comportamento, o que, muitas vezes, pode acontecer de forma quase que invisível na correria do dia a dia.

Leia também: Como é trabalhar e estudar na Irlanda?

Área de atuação e salário

Entenda a profissão de cuidador, o mercado de trabalho irlandês e como se qualificar. © Oleschwander | Dreamstime.com

A área oferece muitas opções, sendo possível atuar em Home Care (casa da família), Nursing Homes (públicas ou privadas), Hospitais (públicos e privados) e Agências (onde você se cadastra e trabalha de acordo com sua disponibilidade, podendo ser em diferentes locais e horários). Para se manter atualizado das vagas, vale a pena se cadastrar nos sites responsáveis, acessar as redes sociais e entregar currículos pessoalmente.

A faixa salarial do profissional, segundo a agência de pesquisa PayScale, varia entre € 9.75 e € 15,91/hora, tendo como média €11,35/hora.

Qualificação e Certificações

Há alguns anos, após alterações na regulamentação do setor da saúde na Irlanda, passou a ser exigido pelo órgão responsável por monitorar os serviços de saúde na Irlanda (o HIQA — Health Information Quality Authority) que os cuidadores de idosos se qualificassem por meio de cursos voltados para a área e com a qualificação FETAC — Further Education and Training Awards Council — Nível 5. É claro que, assim como em qualquer lugar do mundo, mesmo com a regulamentação, existem empresas e famílias que contratam sem solicitar a qualificação — mas fique atento, pois você estará em desvantagem no mercado se não o tiver.

Aviso aos estudantes: Infelizmente, os cursos FETAC não fazem parte da lista do ILEP. Portanto, não se aplicam ao Stamp 2, o visto de estudante. Se você quer vir ou já está na Irlanda como estudante (de inglês ou algum curso universitário regulamentado pelo governo irlandês) e pretende seguir a carreira de cuidador no país, precisa investir paralelamente nos cursos da área.

Ou seja, você terá que administrar seu tempo e seu investimento financeiro para dar conta tanto das aulas “do visto”, quanto das aulas do curso de cuidador. Lembrando que é preciso ter, pelo menos, 85% de presença (attendance) nas aulas para manter e conseguir renovar o Stamp 2. O visto de estudante de idioma tem a duração de 8 meses e pode ser renovado até 2 vezes.

Agora vamos às certificações que você pode adquirir na Irlanda para trabalhar como cuidador de idosos.

Curso FETAC em Healthcare Support

São 12 módulos eletivos que consistem em uma preparação sólida para o mercado de trabalho irlandês. Em 10 a 12 meses (dependendo do formato e da instituição de ensino) o candidato vai adquirir todas as habilidades básicas necessárias para atuar na profissão. O curso é focado em atividades práticas e cada módulo aborda uma área específica de cuidados.

Esse é o curso mais requisitado pelas empresas de recrutamento de cuidadores aqui na Ilha. Uma boa notícia é que, muitas vezes, as agências contratam mesmo antes de finalizar esse curso. Ele é part time, ou seja, meio período. Isso dá liberdade ao estudante de escolher em que período do dia ele deseja frequentar as aulas. Além disso, algumas instituições oferecem a opção do curso online a distância.

Preço: depende do formato e da instituição, podendo variar entre €1,160 e €1,900.

Curso FETAC em Care of The Older Person

Esse é mais um curso queridinho dos recrutadores do setor. O estudante aprende a desenvolver habilidades que vão ajudar na compreensão das necessidades de pessoas idosas e, assim, melhorando a qualidade de vida. O curso é bem mais básico do que o Health Care Support, com uma carga horária bem inferior e, portanto, com menos peso no currículo. Assim como o curso anterior, as aulas podem ser realizadas tanto presenciais, quanto online.

Preço: depende do formato e da instituição, podendo variar entre €315 e €500.

People Moving and Handling Course

Ao realizar esse curso, o candidato vai aprender os tópicos teóricos e práticos para mover um paciente debilitado com segurança. Entre os assuntos abordados, estão: ergonomia, flexibilidade, sistema muscular e biomecânica. Não há pré-requisitos para a realização do curso e ele tem a duração de apenas um dia. Bom para dar aquele up no currículo e ser mais valorizado no mercado de trabalho.

Preço: depende da instituição, podendo variar entre €70 e €100.

Medication Management

Com a certificação em Administração de Medicamentos você consegue provar que é capacitado para compreender e gerenciar medicamentos de forma segura. O curso é um superdiferencial para quem deseja um bom emprego na área de cuidador de idosos. Você vai desenvolver a habilidade de lidar de forma segura e responsável com os remédios, diminuindo, assim, o risco de erros. Geralmente, a certificação vale por apenas um ano. Portanto, é preciso se manter atualizado.

Preço: depende da instituição, custando, em média, €80.

Dementia Care Course

O curso é específico para quem vai lidar com pessoas com demência. Quem tem a doença precisa de atenção e cuidados muito específicos que demandam habilidades extras. E é exatamente isso que o Dementia Care Course vai oferecer. Identificar e desenvolver estratégias para lidar com mudanças comportamentais e aprender maneiras efetivas de comunicação com pessoas nessas condições são alguns dos assuntos abordados no curso. A boa notícia é que você também consegue fazer esse curso online a distância.

Preço: depende do formato e da instituição, podendo variar entre €180 e €250.

Onde procurar emprego de cuidador na Irlanda

Saiba como e onde aplicar para uma vaga de trabalho como cuidador na Irlanda. © Buurserstraat386 | Dreamstime.com

Não só na Irlanda, mas em toda a Europa, o LinkedIn é uma das ferramentas mais utilizadas pelos recrutadores na maioria das áreas de trabalho. Com os cuidadores não é diferente. É importante ter o perfil do LinkedIn sempre atualizado e usar o máximo de palavras-chave para atrair os contratantes.

Outra forma de conseguir um emprego como cuidador é aplicando para vagas ou mandando o seu currículo diretamente para os sites das empresas especializadas na área. Vale investigar bem como funciona o trabalho de cada uma e identificar aquela que mais tem a ver com você. Aqui estão algumas das mais conhecidas na Ilha:

Conheça algumas histórias…

Geni Amaral, 39 anos, mora há 13 anos na Irlanda, atualmente em Naas, Co. Kildare.

Geni Amaral. Créditos: Arquivo pessoal.

Geni Amaral. Créditos: Arquivo pessoal.

“Trabalhar como carer me fez descobrir um lado meu que desconhecia. O lado bom é que passamos a respeitar ainda mais os idosos, a ter mais paciência. É a chance que temos de ver o nosso amanhã, porque em um asilo com 80 idosos ficamos imaginando com qual deles iremos nos parecer no futuro. O lado ruim é que você acaba se apegando muito e, quando eles se vão, é um sofrimento que você terá que aprender a administrar. A minha dica é: faça um curso profissionalizante, procure o FETAC e veja qual área você quer, seja saúde, beleza etc… É um retorno imediato, pois as chances de contratação são grandes. Não venha pra cá apenas com seu diploma do Brasil e um “the book is on the table” e ache que será contratado por uma multinacional de cara. É preciso se preparar.”

Ana Maria Dias Doyle, 28 anos e há 7 anos na Ilha.

Ana Maria. Créditos: Acervo pessoal.

Ana Maria. Créditos: Acervo pessoal.

“Se você é comunicativo, paciente, atencioso e detalhista, recomendo que faça o curso e invista no trabalho na área. É muito gratificante. Cheguei à Ilha em janeiro de 2009 e, como não tinha inglês, trabalhei como Aupair por 1 ano e meio. Passado os primeiros 6 meses, eu já sabia que a Irlanda tinha algo a mais para oferecer, e eu para descobrir. Foi então que comecei a pesquisar sobre trabalhar como enfermeira e iniciei o tão demorado e trabalhoso processo, no qual fui informada que eu precisaria de uma proficiência em inglês, que eu ainda não tinha. Como opção, por exigir um inglês mais intermediário, descobri o trabalho de cuidadora (health care assistant). Como eu teria que renovar meu visto de qualquer forma, decidi fazer o curso FETAC nível 5* em Nursing Studies, o que me ajudaria muito com o vocabulário na área e me daria a qualificação irlandesa necessária para trabalhar como cuidadora. Em julho de 2010, consegui meu emprego de cuidadora em uma Nursing Home voltada para o cuidado de idosos com demência. Foram anos de muito crescimento. Comecei com um salário de 10.45 euros/hora. Aprendi muito sobre o sistema de saúde na Irlanda e, principalmente, sobre o cuidado com idosos e os tipos de demências em si, o que, no Brasil, quando eu estava na faculdade, era pouco aprofundado. Cresci muito como profissional e como pessoa. Atualmente, consegui meu registro como enfermeira e trabalho na área. Continuo aprendendo muito e estou muito feliz, com muitos planos para o futuro!”

*Atenção! Os cursos do FETAC não fazem mais parte do ILEP e não valem mais para a aplicação ao visto de estudante para não-europeus.

Rodrigo Barbosa, 37 anos e há 7 meses na Irlanda.

Rodrigo e a esposa Claudia Matsumoto. Créditos: Arquivo pessoal.

Rodrigo e a esposa Claudia Matsumoto. Créditos: Arquivo pessoal.

“Eu trabalhava de cleaner quando um amigo me indicou para uma vaga como cuidador, pois ele tinha arrumado um emprego na área dele. Mandei o currículo e me chamaram para uma entrevista. Perguntaram minha experiência com limpeza e questionaram alguns pontos do meu currículo. Depois de uma semana me avisaram que fui aprovado. Os requisitos eram força de vontade e alguma experiência com limpeza. Não solicitaram curso nem experiência prévia. Trabalhar lá foi uma experiência muito legal pra mim. Limpava os quartos dos idosos, conversava com eles e, o mais legal, era a união dos funcionários que trabalhavam comigo. Apesar de ter sido um trabalho que não tem nada a ver com a minha área, sinto falta daquele ambiente.”

Veja também

Como é o Regime Trabalhista na Irlanda?

,

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

  • Como validar o seu diploma na Irlanda

    Dicas Profissionais

    Como validar o seu diploma na Irlanda

    Provavelmente, você já pensou em trabalhar na Irlanda na sua área de...

    Elizabeth Gonçalves

    2 semanas atrás

    Como validar o seu diploma na Irlanda
  • Existe preconceito contra o estrangeiro na Irlanda?

    Trabalho na Irlanda

    Existe preconceito contra o estrangeiro na Irlanda?

    Começar uma vida nova em um outro país exige determinação e coragem. Além...

    Rubinho Vitti

    4 semanas atrás

    Existe preconceito contra o estrangeiro na Irlanda?

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar