Governo quer trabalho remoto na Irlanda mesmo após Covid-19

Governo quer trabalho remoto na Irlanda mesmo após Covid-19

Rubinho Vitti

4 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

É fato que muita gente já se acostumou em fazer “home office” desde que o mundo entrou na pandemia da Covid-19, há quase um ano. Muita gente começou a trabalhar em casa e não parou desde então. Mas e se o trabalho remoto na Irlanda fosse mesmo uma opção para os trabalhadores?

O plano para tornar a opção de trabalho remoto permanente mesmo após a COVID-19 é uma realidade no país. Novas regras permitirão aos funcionários o direito de solicitar trabalho remoto.

A National Remote Work Strategy (Estratégia Nacional de Trabalho Remoto da Irlanda) foi publicada na sexta-feira, 15 de janeiro, como um primeiro passo para o “home office” permanente.

Para que seja organizado e justo, o “home office” precisa de regras, disponíveis no documento, que estabelecem planos para fortalecer os direitos e responsabilidades de empregadores e funcionários, além de infraestrutura para trabalhar remotamente e orientações claras.

Quem assina a estratégia do trabalho remoto na Irlanda é o vice-primeiro-ministro irlandês (Tánaiste) e Ministro da Empresa, Comércio e Emprego, Leo Varadkar. Ele teve auxílio do relatório de 2019 Remote Work in Ireland, pesquisas, grupos e de consultas públicas.

Ele disse que, depois da pandemia, voltar ao “antigo normal” não é uma opção, mas sim “um novo e melhor normal”.

“A exigência de trabalhar em casa sempre que possível, por razões de saúde pública, demonstrou quão viável pode ser o trabalho doméstico, remoto e combinado. Pós-pandemia, quero que o trabalho remoto faça parte de um mundo totalmente novo de trabalho e essa nova estratégia de governo define como vamos capacitá-lo”, ressaltou em release à imprensa.

Leia também: Como trabalhar na Irlanda: regras, vistos e profissões para brasileiros

O que diz a estratégia?

Segundo o documento, o trabalho remoto na Irlanda precisa ter estruturas que garantam o aproveitamento dos benefícios do trabalho e proteção contra as desvantagens.

Os principais pontos são:

  • fornecer aos funcionários o direito de solicitar trabalho remoto na Irlanda
  • introduzir um código de prática legalmente admissível sobre o direito de se desconectar do trabalho – cobrindo ligações, e-mails e horários de desligamento
  • investir em centros de trabalho remotos, garantindo que estejam em locais adequados e próximos a creches
  • explorar a aceleração do Plano Nacional de Banda Larga
  • liderar pelo exemplo, determinando que o trabalho doméstico e remoto deve ser a norma para 20% dos funcionários do setor público

O governo vai formar um grupo de implementação das regras do trabalho remoto na Irlanda para que sejam aplicadas ainda em 2021.

Leia também: Quais os benefícios financeiros para trabalhadores remotos na Irlanda?

Foto de capa: Mikey Harris/Unsplash

 

Veja também

Como é o Regime Trabalhista na Irlanda?

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar