Como fazer trabalho voluntário gratuito na África

Como fazer trabalho voluntário gratuito na África

Ana Carolina Brunelli

2 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Engana-se quem pensa que fazer trabalho voluntário gratuito na África é como realizar qualquer outro tipo de intercâmbio. A experiência é completamente diferente!

Embarcar para o continente africano com o objetivo de contribuir com as comunidades que vivem em situações vulneráveis, com os animais ou, até mesmo, com a natureza do país, é mais do que ter a chance de conhecer um lugar totalmente novo e aprender o idioma local, é se entregar a uma experiência que, na maior parte do tempo, não será fácil e, provavelmente, vai mexer muito com o seu emocional.

Sem contar que, na maioria das vezes, quem decide fazer trabalho voluntário gratuito na África pisa literalmente em territórios remotos, com acomodações pouco confortáveis e vê de perto uma realidade bastante fragilizada.

Qual país é mais indicado para fazer trabalho voluntário gratuito na África?

O trabalho voluntário gratuito na África pode ser uma forma de auxiliar as pessoas e trocar trabalho por moradia e alimentação. Foto: Joel Muniz on Unsplash

Geralmente, quando se decide realizar trabalho voluntário no continente africano, o local mais escolhido é a África do Sul, que, apesar de suas riquezas naturais, sofre muito com a pobreza e baixo Índice de Desenvolvimento Humano.

Lá existem muitas comunidades que sofrem com problemas graves, como desnutrição e analfabetismo, o que se torna um incentivo ainda maior para que muitas pessoas procurem lugares da região para serviço voluntário. Existem muitas opções de trabalho voluntário na África gratuito, sendo possível se candidatar em ONGs, plataformas, agências ou projetos sociais.

A Worldpackers é uma plataforma colaborativa, com oportunidades de intercâmbio voluntário por todo o mundo, inclusive para a África. Por meio dela, é possível escolher entre centenas de projetos, ONGs e escolas no continente africano e suas diferentes iniciativas e propósitos. E tem um detalhe especial: a plataforma foi criada por viajantes e para viajantes.

Ou seja, além de tirar dúvidas com outras pessoas que já fizeram trabalho voluntário gratuito na África, na Worldpackers ainda tem diversos textos, podcasts e vídeos sobre esse tipo de experiência.

Leia também: Intercâmbio voluntário é possível: descubra como e por que fazer

Como ser voluntário na África?

São várias as atividades disponíveis para fazer trabalho voluntário na África, como dar aulas de inglês, por exemplo. Foto: Doug Linstedt/Unsplash

Para quem não está tão acostumado a viajar, a África do Sul é o país mais recomendado para quem quer fazer trabalho voluntário gratuito na África, pois o choque cultural não será tão grande comparado a países como Gana e Quênia. Sem contar que os voluntários podem ser hospedados em casas de outros voluntários, então estarão sempre acompanhados de brasileiros e de pessoas de outras nacionalidades também.

Em relação às opções de cidades, na África do Sul existem: Cape Town, Joanesburgo, Port Elizabeth, Durban, todas com suas belezas peculiares. Em Durban e Port Elizabeth, especialmente, os projetos sociais são em áreas rurais, seja para ajudar crianças, seja para cuidar dos animais.

Outro motivo de o país ser um dos mais procurados é a possibilidade de aprimorar o inglês. A língua inglesa é uma das línguas mais faladas do país. Dessa forma, muitos voluntários aproveitam para fazer um curso antes de começar o trabalho voluntário.

Horários do trabalho voluntário

Os turnos propostos pelas ONGs cadastradas no Worldpackers, por exemplo, têm uma variação média de 4,5 horas por dia e oferecem, no mínimo, um dia livre para conhecer a cidade escolhida. No entanto, também há opções onde os voluntários podem folgar o final de semana todo.

Onde ficam as acomodações?

As acomodações normalmente são em alojamentos, onde se hospedam vários voluntários de diversas partes do mundo. O lado bom é a oportunidade de conviver com pessoas de todos os cantos do planeta e ter uma troca cultural intensa.

Leia também: Brasileiro que vive na Irlanda cria projeto para auxiliar crianças na África

Trabalho voluntário gratuito na África

Para fazer trabalho voluntário gratuito na África é preciso pesquisa para entender o que se pode oferecer e para onde se mudar. Foto: Seth Doyle/Unsplash

Além das oportunidades incríveis de trabalho voluntário gratuito na África do Sul, você pode encontrar ONGs, projetos sociais e escolas na Tanzânia, Marrocos, Quênia, Senegal, Gana, Zâmbia, Uganda e outros países da África.

Mas lembre que a melhor forma de realizar essa experiência de forma gratuita é oferecendo suas habilidades em troca de alimentação e acomodação. Além das oportunidades de trabalho voluntário gratuito na África com crianças e famílias, você pode escolher ajudar ONGs de animais e projetos ambientais. Porém, alguns pontos são fundamentais para começar a planejar essa viagem:

  • definir o principal objetivo de fazer um trabalho voluntário;
  • escolher se deseja se voluntariar por uma causa, projeto ou convicção;
  • colocar na ponta do lápis questões como: tempo, habilidades e planejamento financeiro;
  • buscar sites ou projetos especializados em trabalho voluntário;
  • entrar em contato com os projetos sociais que interessam;
  • alinhar todos os detalhes do trabalho com a ONG escolhida.

Na hora de colocar tudo isso em prática, é fundamental entrar em contato com a organização, definir como será sua participação (datas, tarefas realizadas e condições). Aí é só começar a organizar tudo para partir!

O que você pode oferecer ao viajar como voluntário vai depender dos seus recursos. Vale listar e colocar na balança cada item.

  • Tempo: o seu maior recurso é o seu tempo disponível. Ou seja, quanto você tem e está disposto a doar do seu tempo para um trabalho voluntário? Dias, semanas ou meses?
  • Habilidades: faça uma listinha com as suas habilidades intelectuais e físicas. Pode ser um idioma, uma atividade manual, limpeza, consertos gerais, etc. Tudo o que você sabe fazer e, até mesmo, o que deseja aprender.
  • Dinheiro: seja realista em relação à quantidade do dinheiro que você está disposto a levar nessa experiência voluntária. Planejamento financeiro é tudo para que a viagem saia do papel.
  • Quando você decide fazer um trabalho voluntário gratuito na África por uma causa, seu objetivo é sempre contribuir com um problema local ou mundial, como acesso à educação, mudanças climáticas ou extinção de animais. Nesse caso, é importante ter em mente que você será parte de um esforço coletivo e árduo.

O melhor canal para acessar esse tipo de oportunidade são organizações sociais em nível local ou global, como a ONU, UNICEF, a Cruz Vermelha, as organizações religiosas ou qualquer outra que já conte com estrutura de voluntariado.

Agora, quando você deseja realizar o trabalho voluntário por um projeto específico, existe a possibilidade de fazer parte de um projeto que já esteja em andamento, ou você mesmo pode criar um e convidar mais pessoas para dar vida a esse projeto.

A melhor forma de ter acesso às organizações sociais locais e agências/plataformas especializadas nessas oportunidades, como a Worldpackers, a AIESEC, entre outras.

Realizar trabalho voluntário na África gratuito é uma experiência intensa e desafiadora, mas também muito transformadora. Você certamente mudará a forma como enxerga o mundo e como olha para si mesmo. Está disposto a viver tudo isso?

Leia também: Como viajar da Irlanda para o Marrocos, África

Veja também

Guia completo sobre acomodação na Irlanda

Ana Carolina Brunelli
Ana Carolina Brunelli, Formada em jornalismo pela UNIMEP. Criadora de conteúdo para redes sociais, com experiência em Diversidade & Inclusão. Esteve na Irlanda duas vezes e, desde a primeira vez no país, soube que Dublin era o seu lugar no mundo. Ama inspirar e incentivar as pessoas a viverem a incrível experiência de conhecer a Ilha Esmeralda.

Foto de capa: Pxhere

Encontrou algum erro ou ainda tem alguma dúvida? Escreva para nós: [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar