UE doará € 550 mi para salvar 16 milhões da Aids, tuberculose e malária

UE doará € 550 mi para salvar 16 milhões da Aids, tuberculose e malária

Rubinho Vitti

3 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A União Europeia anunciou um compromisso de 550 milhões de euros para o Fundo Global (The Global Fund) durante a reunião do G7, em Biarritz, na França. O Fundo é uma parceria internacional para combater a A ids, tuberculose e malária em todo o mundo. O fundo já salvou 27 milhões de vidas desde que foi criado em 2002.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse que a UE tem sido um forte apoiador do Fundo Global desde a sua criação. “Hoje estamos anunciando uma contribuição recorde de mais € 550 milhões. Esperamos que a comunidade internacional siga o exemplo e intensifique a luta para cumprir a meta do Fundo de acabar com as epidemias dessas doenças até 2030.”

A conferência de doadores do Fundo Global ocorrerá em outubro, em Lyon, pois é necessário mais apoio para que os países em desenvolvimento possam melhorar seus sistemas de saúde, alcançar cobertura universal de saúde e ajudar a acabar com as três epidemias até 2030.

O Fundo Global procura captar, pelo menos, € 12,6 bilhões (US $ 14 bilhões) entre 2020-2022. Até 2023, esses fundos devem ajudar a salvar 16 milhões de vidas adicionais, evitar 234 milhões de infecções, reduzir pela metade a taxa de mortalidade por Aids, tuberculose e malária e construir sistemas de saúde mais fortes.

Mais de 60 países contribuem para o Fundo Global. Somente em 2017, o fundo forneceu 17,5 milhões de pessoas com terapia antirretroviral para o HIV, distribuiu 197 milhões de mosquiteiros para proteger crianças e famílias contra a malária e testou e tratou 5 milhões de pessoas contra tuberculose.

Desde a sua criação, a Comissão Europeia contribuiu com mais de 2,6 mil milhões de euros para o Fundo. Juntamente ao apoio adicional dos países da UE, a contribuição global da UE representa quase 50% de todos os recursos recebidos pelo Fundo Global.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar