Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Cultura

Umbanda conquista adeptos na Irlanda

Júlia Paniz postou em 15 jan 2018

A fé ainda é um dos motivos que faz o ser humano continua almejando um mundo melhor, mesmo quando gera discussões entre pessoas com opiniões divergentes. Porém, foi acreditando nisso que a Umbanda chegou às terras irlandesas em 2014 e vem ganhando mais adeptos e espaço.

Umbanda foi fundada no Brasil há mais de 100 anos e conquista adeptos pelo mundo. © Márcio Coelho Dreamstime.com

Umbanda foi fundada no Brasil há mais de 100 anos e conquista adeptos pelo mundo. © Márcio Coelho Dreamstime.com

Com mais de 100 anos de presença no Brasil, a Umbanda é uma religião que foi fundada no Rio de Janeiro e reúne conceitos, posturas e preceitos afros, cristãos e indígenas – culturas estas que estão na base teológica e que podem ser encontradas nas práticas da Umbanda.

Com a informação sendo o pilar do nosso dia a dia, está cada vez mais fácil ter conhecimento de outras práticas e procurar aquilo que mais se encaixa com o que acreditamos. Seja movido pela fé ou não.

A intensão de dar continuidade às atividades umbandistas na Irlanda que fez com que Rodrigo Oliveira corresse atrás do sonho e trazer todo conhecimento à aqueles em busca da fé através de seu novo terreiro que ali surgia em Dublin, a capital irlandesa. A Tenda de Oxóssi E Pai Severino de Congo, localizada na região central de Dublin, faz parte de uma nova conquista da religião genuinamente brasileira no continente europeu.

Tenda De Oxóssi E Pai Severino De Congo. Foto: Facebook

Tenda de Oxóssi e Pai Severino de Congo. Foto: Facebook

Apesar de ser um país com fortes influências católicas, a Irlanda também já passou por vários conflitos envolvendo religião, já que a Inglaterra é um país protestante, assim como a vizinha Irlanda do Norte. Esta foi a primeira preocupação de Rodrigo, que achou que as diferenças culturais seriam um problema no novo país.

Porém, foi na comunidade brasileira que ele encontrou os problemas iniciais, até conseguir encontrar um espaço onde pudesse dar continuidade no projeto. É em um galpão de 100 m² que Pai Rodrigo D’Oxóssi, como é conhecido nos encontros, se dedica às giras, nome dado aos encontros da religião.

IMG_5392

Pai Rodrigo D’Oxóssi. Foto: Arquivo pessoal

Laís Galhardi, vinda de São Paulo, é uma das frequentadoras assíduas do terreiro. Quando ela veio para Dublin em 2010, pela primeira vez, disse que a religião não possuía adeptos no país, mas quando voltou em 2014 já era diferente. Ela contou que descobriu a Umbanda na Irlanda através de uma amiga, que postou uma foto de uma gira na praia. A partir daí começou a participar dos encontros.

Laís considera que entre as principais diferenças, estão a de achar alguns itens religiosos, ervas etc: “No Brasil encontramos mais acesso e facilidade nas práticas, mas o centro de Dublin cresceu e evoluiu muito, graças às pessoas que ajudam e frequentam. Hoje temos quase tudo”.

Além das adaptações com os itens, o clima também acaba alterando alguns eventos, como o dia em que se comemora Iemanjá, celebrado no dia 8 de dezembro no sudeste do Brasil e 2 de fevereiro no nordeste (que é sempre quente). Como em dezembro estamos praticamente no ápice do inverno, por aqui a data é celebrada em julho, assim como outras atividades externas do Terreiro.

Não há número limite de visitantes nos encontros, mas as chamadas consultas com entidades são limitadas a 20 pessoas por gira e o processo só pode ser repetido após 3 encontros, para que todos tenham uma chance.

Os encontros já contam com a visitação de estrangeiros, incluindo irlandeses. Em Dublin, as giras acontecem todas as terças-feiras às 19h.

Endereço: 42, Arran Street East. Mais informações no Facebook oficial do grupo.

Revisado por Tarcisio Junior
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Repórter e colaboradora do E-Dublin, tem 24 anos e é formada em Jornalismo desde 2012. Trabalhou com assessoria de imprensa, mídias sociais e telejornalismo. Saiu de Blumenau, Santa Catarina, para estudar inglês em Dublin, na Irlanda, mas descobriu que aprenderia muito mais que apenas um novo idioma. É apaixonada por fotografia, livros, viagens e novas culturas.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Cultura

5 atividades para interagir com a cultura irlandesa

1 ano atrás, por Elizabeth Gonçalves
Cultura

Como passei três meses em um centro budista na Irlanda

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin
Crônicas

O que é normal e para quem? 

2 anos atrás, por Lívia Alen

Posts recentes

Artistas

4 opções de cursos rápidos de Artes na Irlanda

11 horas atrás, por Rubinho Vitti
Escolas

8 motivos para fazer o seu intercâmbio em Donegal

4 dias atrás, por Publicidade E-Dublin