Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Dicas de Viagem

Vai viajar para estes destinos? Evite ir sozinho

Deby Pimentel postou em 02 ago 2017

Muitos concordam: Não existe coisa mais fascinante que viajar, descobrir outras culturas e viver novas experiências, porém há destinos ao redor do mundo que, apesar de encantadores, podem deixar o turista em maus lençóis se a viagem for realizada solitariamente. Seja por oferecer uma rede de transporte precária, por questões de segurança ou até mesmo diferenças culturais, alguns destinos podem ser melhor explorados em dose dupla ou mesmo em grupos. Então, se você está pensando em embarcar para um desses cinco destinos que listamos abaixo, a nossa recomendação é: evite ir sozinho.

1) Cuba

Não há muitas dificuldades em se viajar sozinho para Cuba. A ilha de Fidel está mais aberta aos turistas, que são uma importante fonte de renda para o país. No entanto, locomover-se pode se tornar custoso devido às taxas cobradas pelos Cocotáxis, Bicicletáxis ou táxis propriamente ditos, principalmente se você está sozinho e não tem com quem dividir as despesas. Fazer alguns trajetos a pé são impensáveis por conta das distâncias e alugar um carro sozinho também é oneroso e pode chegar a 80 euros por dia. A dica de ouro em Cuba, caso você embarque sozinho, é apostar nos táxis coletivos. Isso mesmo! Você pode viajar pela ilha se juntando a outras pessoas e, assim, dividir o valor do táxi. E isso acontece tanto para percursos curtos, como para distâncias mais longas, como o trajeto de Havana para Varadero, ou de Varadero para Trinidad, destinos super populares entre os turistas.

Cocotáxis são opções caras para o deslocamento de turistas em Cuba. Crédito: Depositphotos/ kmiragaya

Cocotáxis são opções caras para o deslocamento de turistas em Cuba. Crédito: Depositphotos/ kmiragaya

2) Himalaia

Regiões montanhosas não devem ser visitadas sem um especialista e até eles recomendam a companhia de pessoas preparadas para os locais a serem percorridos, pois é preciso levar em consideração o conhecimento técnico e macetes do local. Aliás, se a sua intenção é praticar um esporte, prepare-se adequadamente e com antecedência – correr o risco de não receber socorro, ficar doente, hospitalizado, ou sofrer um acidente é a última coisa que você quer, ainda mais se estiver sozinho.

3) Iêmen

O Iêmen está situado próximo ao local conhecido como Chifre da África e abriga alguns pontos memoráveis, como o arquipélago de Socotra e a capital Saná, ambos listados no Patrimônio Mundial da UNESCO. No entanto, esse é um local considerado inseguro, repleto de violência, com a presença de terroristas da Al Qaeda e piratas em seu litoral. Turistas desacompanhados são as vítimas mais visadas e há registros de sequestros na região. Portanto, evite ou tenha muito cuidado.

Arquipélago de Socotra, no Iêmen, considerado Patrimônio Mundial da UNESCO, fica em uma região com a presença de terroristas. Crédito: Depositphotos/ vampy1

Arquipélago de Socotra, no Iêmen, considerado Patrimônio Mundial da UNESCO, fica em uma região com a presença de terroristas. Crédito: Depositphotos/ vampy1

4) Marrocos

O conservadorismo dos muçulmanos pode revelar situações desastrosas, sobretudo para mulheres sozinhas, que não são bem vistas pela sociedade marroquina. É preciso seguir os costumes, adotando as vestimentas e até evitar a presença em locais considerados ‘masculinos’ ou impróprios para mulheres desacompanhadas, como passeios noturnos, por exemplo, ou lugares ermos e distantes. Há relatos de mulheres que fingem estar acompanhadas e adotam o uso de alianças para despistar as investidas – muitas vezes agressivas – dos homens de lá.

5) Tailândia

O transporte também é uma questão a ser considerada na Tailândia. Embora tuk-tuks, aluguel de motos ou táxis não sejam caros, motoristas aproveitam a falta de troco e até chegam a desligar o taxímetro, deixando as contas mais altas para aqueles que viajam sozinhos – exija o taxímetro e negocie antes o preço da viagem, optando sempre por veículos oficiais. Os tuk-tuks são a forma mais popular para os mochileiros transitando pelo país, porém, dessa forma, para baratear o trajeto o ideal é compartilhar o valor com outras pessoas, caso contrário o viajante solitário terá que custear todos os assentos do veículo. A dica é: se você for sozinho, trate de socializar com outros mochileiros que se interessem em realizar os mesmos passeios que você e tentem ir junto.

Tailândia: casos de agressões a turistas são comuns. Crédito: Pixabay

Tailândia: transporte pode ser caro para quem viaja sozinho. Crédito: Pixabay

Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Jornalista com MBA em Marketing e Empreendedorismo, Débora Pimentel é uma paulistana apaixonada por fotografia, gastronomia e tecnologia. Uma virginiana que adora novas culturas e desafios. Acredita que a informação é sempre a melhor maneira de transformar sonhos em possibilidades.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Agenda Cultural

15 eventos para você aproveitar na Irlanda em abril

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Cultura

Como é a Páscoa na Irlanda?

1 mês atrás, por Colaborador E-Dublin
Cultura

The Little Museum of Dublin

2 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Festivais

Vem aí o Five Lamps Festival em Dublin

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Destinos de Intercâmbio

Quanto custa viver em Cork?

2 meses atrás, por Deby Pimentel
Cultura

Shows que vão bombar na Irlanda em 2018

3 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Agenda Cultural

Agenda Cultural Irlanda 2018

3 meses atrás, por Rubinho Vitti
Transporte

Student Leap Card: Você já adquiriu o seu?

4 meses atrás, por Deby Pimentel