Vale a pena comprar notebook na Europa? (Atualizado 2020)

Vale a pena comprar notebook na Europa? (Atualizado 2020)

Edu Giansante

4 meses atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

A dúvida sobre a comprar notebook na Europa (ou laptop, como ele é chamado aqui) é um tema recorrente nos grupos do E-Dublin e muito questionado por quem está planejando um intercâmbio. Por isso, hoje vamos dedicar um post especialmente a isso.

De forma geral, todos sabem que os preços no Brasil são mais altos que os dos Estados Unidos, por exemplo, mas será que isso também se mantém na Europa?

A reposta curta é sim. No entanto, há mais fatores a considerar, e é importante ter tempo para encontrar uma oferta verdadeiramente lucrativa.

Conselho 1: não venda seu notebook, celular ou câmera digital do Brasil

A possibilidade de trabalho atrai brasileiros.© Violetkaipa | Dreamstime.com

Se você tem laptop ou um smartphone no Brasil, não compre um novo logo na chegada do intercâmbio. © Violetkaipa | Dreamstime.com

Produtos eletrônicos não são tão baratos na Europa como se pensa. Pois é! Nem tudo é perfeito! A situação também não é a mesma em todos os países do continente, cada um tem sua particularidade.

O ideal é comparar a Irlanda, onde estamos, com outros países da Europa — com um pouco de pesquisa, descobre-se que até na Inglaterra e nas Ilhas Canárias (tax free), por exemplo, os preços podem ser bem melhores.

Se você tem a intenção de economizar muitos euros na aquisição do seu eletrônico, organize-se para uma trip para a cidade de Tenerife, por exemplo, e outros destinos onde a isenção de impostos para eletrônicos é uma realidade. Nesse caso, vale observar a época do ano em que as passagens saem mais em conta, já que você precisará considerar o valor da passagem de ida e volta na sua compra final. Ou seja, não adianta ir para os paraísos de TAX FREE e gastar uma grana na passagem aérea.

Por isso, é preciso, de fato, criar uma estratégia. Deixar para comprar um eletrônico no final do intercâmbio, por exemplo, pode sair mais barato, mesmo quando adquirido na Irlanda. Isso por que conseguir o reembolso do Value Added Tax (VAT) pode gerar uma boa economia. Mas, para solicitá-lo, o equipamento não pode ter data de compra superior a três meses, considerando o seu voo de volta ao Brasil.

Não sabe como funciona o reembolso? A gente conta

Reembolso dos impostos  TAX Refund é uma forma de economizar. Imagem: Rawpixelimages | Dreamstime

1º) É importante escolher uma das lojas credenciadas ao Global Refund/Global Blue, solicitar o cheque reembolso, guardar as notas fiscais e se organizar para reservar um tempo a fim de solicitar o reembolso do VAT, na hora do embarque de volta ao seu país.

É muito comum as pessoas desistirem por falta de tempo. Afinal, o avião não vai esperar. (Veja o horário de funcionamento para reembolso, pois, se seu voo sair 6 da manhã, você provavelmente terá que ir ao aeroporto no dia anterior.)  Nossa dica é reservar, pelo menos, uma hora a mais que o normal para fazer todo o procedimento.

2°) Antes de fazer o check in, tome o cuidado de manter os produtos para os quais você vai solicitar o refund na bagagem de mão. Isso porque o agente da alfândega pode solicitá-los para comparar com as informações da nota fiscal e, se o produto foi despachado, já era! É na alfândega que você receberá o carimbo no formulário de reembolso, e ele é imprescindível no processo de refund.

3°) Depois de carimbado, é hora de localizar o posto de reembolso no aeroporto para receber o valor. Mas detalhe: quando você escolhe a opção cash (em dinheiro), geralmente é obrigado a pagar uma taxinha básica pelo serviço! Isso também vale para crédito em conta bancária ou transferência bancária. A maioria escolhe receber o valor creditado no cartão de crédito. Nesse caso, não se paga nada, e o valor geralmente é creditado em cinco semanas.

5°) Para receber o crédito no cartão ou, mesmo, por cheque bancário internacional, você precisará preencher seus dados bancários no verso do formulário e enviá-lo pelo correio para o escritório do Global Refund. Mas cadê o posto do correio? Bom, não falei para reservar, pelo menos, 1h a mais?

6°) Cuidado com um detalhe: apesar de o envelope da Global Refund informar que ele tem porte pago, isso só vale para o país onde você o retirou. Ou seja, comprei minha câmera na Polônia, mas estou embarcando de Dublin. O porte pago já era. O envelope precisará ser selado, mas são 22h, a agência de correio do aeroporto está fechada, e agora? Bom, se você quer mesmo receber o seu imposto de volta, esteja preparado para tudo isso.

E lembre-se: a solicitação do Tax Refund só precisa ser feita na hora de deixar a UE. Não precisa sair pedindo reembolso em todo o país por onde você passar, exceto, é claro, para os países que pertencem à Europa, mas não necessariamente a Comunidade Europeia.

Comparativo de preços: Brasil vs Europa

Brasil ou Europa, onde economiza-se mais na compra de notebook? © Delstudio | Dreamstime

Brasil ou Europa, onde se economiza mais na compra de notebook? © Delstudio | Dreamstime

Para essa comparação, utilizamos os preços encontrados na Irlanda. Lembre que, como mencionamos, outros países europeus podem oferecer um valor menor.

Como você pode ver, os produtos não estão baratos, em especial com o câmbio como está. No entanto, se formos comparar com os preços praticados no Brasil, muita coisa pode sair mais barata, principalmente se levarmos em consideração o poder aquisitivo do país, ou se você estiver indo embora, o reembolso de impostos.

Na Europa, qualquer um com um salário mínimo consegue juntar dinheiro para comprar um notebook ou um smartphone de última geração. No entanto, como intercambista recém-chegado, você precisa priorizar algumas coisas como: procurar casa para morar, emprego e, também, providenciar a documentação para o visto de estudante, além de se preocupar com as contas da futura casa.

Então, não saia por aí comprando eletrônicos assim que chegar (exceto se você já vier com um dinheiro programado para isso). Organize sua situação e corra atrás de uma vaga e um emprego antes.

Se você precisar utilizar um computador nesse meio tempo (seja para resolver alguma pendência ou, até mesmo, para enviar currículos), saiba que a maioria das escolas também oferece computadores para os alunos acessarem!

Outra dica importante é o acesso a computadores e impressões nas bibliotecas irlandesas. O serviço é impecável, gratuito e aberto a todos. Assim que chegar, vale providenciar a sua carteira da Library e ter acesso a todos os serviços, incluindo suporte no aprendizado de línguas, workshops e, claro, todos os serviços básicos que se espera de uma biblioteca.

Conselho 2: Compre online

Seu celular pode funcionar como um cartão de débito utilizando o aplicativo do banco virtual. © Jurij Boiko | Dreamstime.com

Aposte nas compras online para adquirir smartphone e laptops mais barato. © Jurij Boiko | Dreamstime.com

Outra forma de economizar e aproveitar boas ofertas é investir na compra online, o que aumenta as suas possibilidades de encontrar boas barganhas. A Amazon UK é um ótimo exemplo, especialmente em época de Black Friday, Boxing Day ou Cyber Monday.

Dica para quem está na Ilha Esmeralda: se nas informações do produto que você quer comprar na Amazon aparecer que a entrega na Irlanda não pode ser realizada, você ainda pode utilizar o Parcel Motel para contornar isso e garantir aquela oferta incrível!

O Black Friday tem se tornado super popular na Europa, com descontos  significativos e, atualmente, tem começado, pelo menos, duas semanas antes da data oficial, em especial para as compras online. Adicione no seu calendário: 27 de novembro, para aproveitar as ofertas. Outra data importante no calendário, em especial na Irlanda, é o Boxing Day, no dia 26 de dezembro. Nesse caso, vale para comprar de tudo, já que é o grande período de saldo no país. Comprar nos sites das próprias marcas também pode ser uma opção. Vale a pena pesquisar!

Mas afinal, quanto custa um notebook?

É possível comprar um notebook com configuração razoável entre 400 e 600 euros — ou até menos, dependendo da marca e da época. Um computador com uma configuração melhor “dura mais tempo”, mas significa um investimento mais alto. Se for um modelo de “última geração”, o equipamento pode sair entre 600 e 900 euros.

Parece barato? Depois que você começar a trabalhar, sim, mas enquanto estiver procurando emprego e economizando o dinheiro que trouxe do Brasil, não é. Quando eu cheguei à Irlanda, por exemplo, fiquei sem computador por mais de 6 meses. Não comprei por dois motivos:

1 – Não era prioridade (preferimos priorizar as viagens e eu podia usar o celular pra muita coisa);

2 – O nosso “pai” (um Irish com quem morei) tinha um computador desktop na sala (sem contar que eu já tinha acesso a um PC todo dia no meu trabalho).

Mas vamos aos números para a compra de um notebook, hoje, na Europa (preços específicos para a Irlanda, mas similares em todo o continente), considerando a compra em lojas físicas e pela internet. Quer saber quanto você gastaria no Laptop HP Ryzen 8GB 256GB?

Currys.ie                                                     Powercity.ie
€549.00(R$2.530,98)                                 €599.95(R$2.765,87)
Laptopdirect.ie                                           Amazon.co.uk
€379.97(R$1.751,72)                                €379.97(R$1.751,72)

Resumo da ópera

Se você realmente quer um computador novo ou ainda não tem um, deixe para comprar quando estiver aqui. Caso já tenha um bom no Brasil, e isso não seja uma prioridade, traga o seu.

O smartphone, hoje, é essencial. Quando você chega a um país novo, onde vai precisar resolver muitas coisas nas primeiras semanas, ele será seu grande aliado. Então, se não tiver um bom e quiser comprar aqui, traga o seu para auxiliar, pelo menos, nos primeiros momentos.

No caso dos smartphones, fica a dica: se você tem a intenção de renovar o visto, pode valer a pena associar a compra do seu smartphone a um plano de telefonia. Explico: para alguns planos com pagamento de conta, mesmo os basiquinhos, o smartphone pode sair for free, ou por um custo muito inferior ao que se pagaria em uma loja.

Como você vai ter que se associar a uma operadora local, pode ser uma economia relevante. Porém, se você não quer se arriscar a ter que cumprir um contrato de fidelidade de, no mínimo, 18 meses, melhor descartar essa possibilidade.

Listamos alguns sites de marcas que são vendidas na Irlanda e em outros países da Europa pra ajudar com suas pesquisas.

Dell
Acer
Asus
HP
Lenovo
Samsung
Sony
Apple

Também dá para pesquisar e comprar nos sites de revendedores:
Elara
Komplett
Pixmania
Laptops.direct
Click
PC World
Gumtree – itens usados (de tudo)

Os valores dos produtos citados nesta matéria correspondem a janeiro 2020.

Veja também

Como comprar um carro na Irlanda?

Edu Giansante
Edu Giansante, Fundador e CEO do E-Dublin, Edu chegou na Irlanda em 2008, no ano pré-crise, pegou a nevasca de 2010 e comeu cérebro de cabra em Marrakesh. O Edu também é baterista da banda Irlandesa Medz.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar