Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Trabalho

Vida de Au Pair – Trabalho de Au Pair na Irlanda

postou em 28 set 2009

A Aline Dian compartilhou com a gente a experiencia dela como Au Pair.

Oi gente,

Me senti inspirada p/ escrever alguma coisa sobre os meus 5 meses como Au Pair. Como disse em um email essa semana, eu consegui um outro emprego em Dublin e estou deixando a familia que moro aqui em Navan. Sempre vejo emails aqui no grupo sobre as vagas e tudo mais, mas nunca vi nenhum contando como eh ser au pair. E hoje, apos meu ultimo jantar aqui com a familia (e muita choradeira, diga-se de passagem rs) resolvi contar p/ voces um pouquinho do que vivi aqui.

Quando cheguei em Dublin (na pior fase da crise) eu era como a maioria das pessoas… desesperada por um emprego, querendo muito trabalhar, por exemplo, em um pub (pois achava ser divertido) e nao queria nem pensar em cuidar de crianca e muito menos morar na casa de alguem.

Apos quase 2 meses de busca por um emprego e nenhum retorno, o dinheiro foi acabando e eu me conformei que a melhor solucao (e mais rapida) seria ser au pair. Na epoca eu achei que fosse a pessoa mais azarada do mundo pq a unica familia que me quis era uma de Navan (1 hora de Dublin), mas, sem muitas opcoes, aceitei o emprego mesmo assim. Deixei p/ tras meus amigos em e muitas outras coisas de que eu gostava.

Apos uma semana, eu vi que, na verdade, eu tinha tido muita sorte. A familia com quem passei os ultimos 5 meses se tornou (sem nenhuma hipocrisia) a minha familia aqui na Irlanda. Tive momentos otimos aqui e nao me arrependo da decisao que tomei, alem disso, descobrimuitas coisas aqui que eu nao tinha em Dublin.

Eh claro que, as vezes, da vontade de atirar a crianca na parede (a cada 5 min, mais ou menos), que algumas das suas obrigacoes nao sao das mais agradaveis (aqueeeeeela fralda suja, sabe?) e voce nao toda a liberdade que teria em sua propria casa (festas, por exemplo), mas voce (alem do salario) ganha muitas outras recompensas como: uma otima qualidade de vida sem ter as despesas normais de uma casa, um quarto feito com todo carinho p/ voce e, muitas vezes, uma familia.

O que quero dizer, principalmente para quem estar vindo, nao eh “va ser au pair” e sim nao substime esse “estilo de vida” rs… assim como tudo na vida, ser au pair tem seus pros e contras e eu, sinceramente, levarei otimas lembrancas daqui. Pude praticar a lingua e, principalmente, viver da maneira irish (o que mtas vezes nao eh possivel quando se divide um apto, principalmente com brasileiros). Eh claro que ja ouvi historias de meninas que nao se deram bem com a familia e tudo mais… o que estou contando aqui eh aminha experiencia (que fique claro rsrs)

Mas chega uma hora em que voce sente a necessidade de buscar novas experiencias, acredito que nunca devemos nos acomodar (por melhor que seja a situacao que estivermos) e isso fez com que eu buscasse um outro tipo de atividade em Dublin. Nao sei se estou tomando a decisao correta nem se vou me arrepender depois, mas isso soh saberei arriscando.

Beijos!!!

Aline Dian

Mais uma cidada do mundo contando sua história. Conte a sua também!

Sobre o Autor


Fundador e CEO do E-Dublin, Edu chegou na Irlanda em 2008, no ano pré-crise, pegou a nevasca de 2010 e comeu cérebro de cabra em Marrakesh. O Edu também é baterista da banda Irlandesa Medz.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Meu Intercâmbio

Intercâmbio: o melhor ano da minha vida

4 meses atrás, por Colaborador E-Dublin