Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
E-Dublin News

Violência na Irlanda? Todo cuidado é pouco

Júlia Paniz postou em 11 set 2015

Quem mora na Irlanda sabe o quão comum é ver pessoas na rua (principalmente pelo centro) com seus fones de ouvido, falando ou mexendo no celular. Já no Brasil, principalmente nas grandes metrópoles, nossa atenção redobra, e em alguns locais estes atos devem até mesmo ser evitados, devido ao grande número de ocorrências de furto ou roubo que acontece nas ruas, podendo até ser um risco de vida em alguns casos.

Porém, apesar de muito mais segura, não é por isso que você deve achar que a Europa é um local sem problemas. Em 2013 já haviamos falado aqui no E-Dublin sobre como a Irlanda já não era mais a mesma, quando alguns casos de roubo e furto estavam se tornando mais frequentes no país. Apesar dos casos e relatos de problemas terem uma frequência muitíssimo menor do que em nosso país, por exemplo, é preciso, sim, tomar cuidado e não dar bobeira.

Além de furtos de carteiras, celulares e documentos, que são bem comuns, devido à grande quantidade circulando pelas ruas, a reputação pelo “sumiço” de bicicletas também é famosa, principalmente em Dublin. Raros são os portadores de uma bike que nunca ouviram falar de alguém que teve uma “magrela” levada embora quando deixaram ela estacionada na rua.

Bicicleta roubada Dublin

Apenas 4% das bicicletas roubadas são recuperadas em Dublin. Foto: Shutterstock

Segundo a Garda, aproximadamente 7 mil bicicletas foram roubadas no ano passado, e segundo reportagem do jornal irlandês Irish Times, apenas 4% das bicicletas roubadas são recuperadas.

O país, mais conhecido pelos ataques com ovos do que por grandes crimes, tem relatado ainda alguns casos de agressões e também vandalismo pelas ruas. Alguns desses casos chegaram até a ser notícia entre os intercambistas no Brasil nas últimas semanas. Tente ao máximo evitar regiões mais periféricas e situações que possam gerar confrontos. Infelizmente existem pessoas perigosas ou encrenqueiras em todo lugar, e na Irlanda não é diferente.

Se você possui carro, fique atento por onde trafega

Na semana passada o jornal irlandês Herald publicou uma notícia sobre ações que gangues têm praticado contra quem está de carro: você paga um “pedágio” ou o seu carro pode ser roubado ou danificado. Acreditem se quiser, aconteceu até um caso em que grupos de vândalos atearam fogo em um veículo.

Este novo grupo está atuando nas regiões de Crumlin e Kimmage, que ficam a aproximadamente 40 minutos de ônibus do centro da cidade. Segundo o jornal, as taxas cobradas chegam a ser de 50 euros. De acordo com a Garda, a quadrilha que está agindo na região é de Dublin 12. O órgão afirma ainda que nos primeiros meses do ano 542 incidentes de danos criminais a propriedades e meio ambiente foram registrados, com percentual acima de 7% em comparação ao ano passado.

Violência ruas Dublin

Gangue cobra “pedágio” e ameaça moradores das regiões periféricas de Dublin. Foto: Shutterstock

Embora estes tipos de ataques não afetem diretamente a comunidade brasileira, pois apenas uma minoria dos brasileiros possuem carros na Irlanda, vale ficar atento, sobretudo nas regiões de maior incidencia. De fato, com a crise dos ultimos anos, alguns problemas sociais passaram a ser mais frequentes em algumas regiões de Dublin, por isso nossa sugestão é evitá-las, principalmente em horários de pouco movimento.

Todo cuidado é pouco, em qualquer lugar do mundo

Mesmo sabendo que estamos na Europa e que os países daqui parecem já estar um pouco mais a frente do Brasil em relação à segurança, todo lugar pode se tornar perigoso se não houver um pouco de cautela. Como as autoridades já aconselham, se você tiver bicicleta, evite deixa-la à noite na rua, mas se realmente for necessário previna-se comprando bons cadeados de segurança.

Não ande com objetos de valor expostos, bolsas ou mochilas abertas e também mexendo no celular sem vigiar quem está por perto ou onde você está andando também é importante.

Celular sendo furtado

Ficar atento à quem esta em volta e cuidar dos pertences na rua é sempre importante. Foto: Shutterstock

Cuidado com as vagas falsas de moradia

Outro tipo de abuso que também está ocorrendo em Dublin foi publicado pelo jornal Independent. Segundo o veículo, falsos anúncios de vagas para aluguel estão sendo divulgados em alguns sites. Apesar do jornal não afirmar que alguém tenha realmente caído no golpe, eles citam que várias pessoas chegaram a ir até o local para ver um apartamento que estava em anúncio por 500 euros mensais, incluindo as contas.

De acordo com Greg O’Donoghue, vice presidente da União de Bem-Estar dos Estudantes na Irlanda (USI, sigla em inglês), esta é uma época de grande procura, principalmente pela volta às aulas nas faculdades. Neste caso, indicamos muita cautela, pois lidar com contas e dinheiro não é algo fácil.

Se você não sabe como funciona o processo de aluguel no destino em que está escolhendo, procure ajuda, seja de amigos, da escola ou de conhecidos. Se informe sobre como os donos de apartamento (conhecidos por landlords) costumam realizar o processo, para que nada possa sair fora do planejado e no final das contas você pagar pelo prejuízo.

Revisado por Tarcisio Junior
Imagens via Shutterstock

Sobre o Autor


Repórter e colaboradora do E-Dublin, tem 24 anos e é formada em Jornalismo desde 2012. Trabalhou com assessoria de imprensa, mídias sociais e telejornalismo. Saiu de Blumenau, Santa Catarina, para estudar inglês em Dublin, na Irlanda, mas descobriu que aprenderia muito mais que apenas um novo idioma. É apaixonada por fotografia, livros, viagens e novas culturas.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio