Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Ensino Superior

Você já ouviu falar nas bolsas de estudos governamentais?

Colaborador E-Dublin postou em 08 set 2017

Anda sonhando acordado em ir estudar no exterior, mas não sabe como fazer para pagar pelos estudos em outro paí­s, ou se candidatar a uma bolsa de estudos? Para a grande maioria dos brasileiros, está difícil pagar por um curso superior ou uma pós-graduação até mesmo no Brasil – já pensou, então, o custo de fazer isso no exterior? A boa notí­cia é que existem bolsas de estudo disponibilizadas pelos governos de vários países. Austrália, Alemanha, França e Reino Unido, são apenas alguns exemplos.

Bolsas ofertadas pelos governos de alguns países pode ser chance para a educação superior no exterior. Crédito Shutterstock

Bolsas ofertadas pelos governos de alguns países pode ser chance para a educação superior no exterior. Crédito: Shutterstock

É verdade sim. Os governos de diversos paí­ses no mundo oferecem bolsas de estudos para estudantes estrangeiros como uma forma de promover a troca de experiências entre estudantes de culturas diferentes e, claro, aproveitar para demonstrar o comprometimento deles com a questão do desenvolvimento global.

O mais comum é ter acesso a bolsas parciais ou totais oferecidas por algumas universidades estrangeiras, porém, elas não são as únicas. As bolsas governamentais costumam ter muito mais benefícios, como o reembolso de passagens ou moradia estudantil gratuita.

Está achando estranho tantos benefí­cios juntos? Claro que não é por acaso. As universidades que oferecem essas bolsas querem atrair para seu campus os melhores talentos em determinada área e, de quebra, fortalecer sua imagem por estarem investindo na formação de futuros lí­deres. Esses novos grandes talentos também contribuem para que a universidade que os acolheu – e, claro, o paí­s onde ela está situada – apareçam e se tornem referência em pesquisas.

A notí­cia é muito boa, mas saiba que você não estará sozinho na corrida por uma dessa bolsas, já que a concorrência é enorme.

Listamos algumas informações sobre as 4 bolsas de estudos governamentais mais populares.

Chevening – Reino Unido

Desde 1983, o governo britânico oferece as bolsas de estudo Chevening para alunos de mais de 160 países, inclusive do Brasil, desde que tenham sido aprovados em universidades do Reino Unido. Cerca de 43.000 estudantes já se beneficiaram da bolsa. A maioria das vagas é para pós-graduação, MBA ou mestrado, e são oferecidas em diversas áreas, entre humanas, exatas e biológicas.

Aqueles que já participaram do processo seletivo da Chevening, dizem que o caminho é longo e burocrático, mas o resultado com certeza vale a pena.

MEXT –  Japão

Essa é uma das bolsas que garantem aos estudantes aprovados, além da isenção da anuidade, as passagens de ida e volta, curso da língua japonesa e ainda um auxí­lio financeiro para que o estudante se mantenha no paí­s e se concentre nos estudos. A MEXT é oferecida em parceria com a Embaixada do Japão no Brasil.

As candidaturas podem ser feitas pelos consulados ou embaixadas do Japão no Brasil ou também através da recomendação das universidades japonesas. Os pré-requisitos variam para cada modalidade.

Eiffel – França

Eiffel é o nome da bolsa de estudos oferecida pelo Ministério de Relações Exteriores e Desenvolvimento Internacional da França e dá oportunidade a estudantes estrangeiros de realizar seu mestrado ou doutorado no paí­s.

Como as bolsas são oferecidas de forma direta pelas universidades francesas, o primeiro passo é ser aprovado no programa de interesse e comunicar a escola seu interesse em concorrer à bolsa de estudos.

Para os selecionados no programa de mestrado, a bolsa é de 1.181 euros mensais e para o doutorado, 1.400 euros. Nesse caso, também são pagas as passagens aéreas, o seguro saúde e ajuda de custo para atividades culturais.

A bolsa oferecida pelo governo francês não inclui a anuidade da universidade, mas os estudantes contemplados também podem concorrer a bolsas oferecidas pelas próprias instituições de ensino.

DAAD – Alemanha

O DAAD – Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico, é sem dúvida a maior organização de financiamento de bolsas do mundo. Fundada em 1925, mais de 1,9 milhões de estudantes já foram beneficiados pelo órgão.

Os programas de bolsas do DAAD geralmente são oferecidos na lí­ngua inglesa e são divididos por formação, área e formato da bolsa, ou seja, é possí­vel conseguir bolsas de estudo de graduação até doutorado, em áreas como direito, economia, ciências sociais, medicina, engenharia, artes, ciências naturais, língua, estudos culturais e muitas outras.

Esses são apenas alguns exemplos. Vale visitar os sites das embaixadas e páginas oficiais do governo do país onde você tem interesse em estudar e descobrir quais são as possibilidades disponíveis para o seu caso. Boa sorte!

Sobre a autora:
dudaDuda Gruppi é cidadã do mundo. Produzir eventos e escrever são bem mais que sua profissão. Apaixonada por viagens, adora conhecer novas histórias e novos sabores.

Imagem via Shutterstock
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

Destinos de Intercâmbio

Que tal estudar em Perugia, Itália?

7 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Ensino Superior

Bolsas de estudos para brasileiros na Europa

1 ano atrás, por Elizabeth Gonçalves