Você Sabia? The Great Irish Potato Famine

Edu Giansante

10 anos atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

 

Escultura de irlandeses deixando o país no Cobh Heritage Centre. Photo: Ávany França

Essa história rolou na sala com um dos professores irish… depois da aula o chamei para saber mais detalhes…

Você sabia que a Irlanda já teve quase o dobro da população atual em seu território, algo em torno de 9 milhões? Que desses milhões de irlandeses, cerca de 2 milhões morreram de fome entre os anos de 1840 e 1849 e outros 2 milhões imigraram para países como Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e Austrália?

Imagine pessoas batendo de porta em porta clamando por alimentos, estabelecimentos sendo saqueados, e pessoas desnutridas cambaleando pelas calçadas de Dublin, Galway e condados irlandeses. Surto? Não, realidade. Esse era o retrato da Irlanda na segunda metade do século XIX. A crise irlandesa ficou conhecida mundialmente como a Grande Fome da Batata.

Toda população foi afetada pela Potato blight, uma praga que atingiu as plantações de batatas por anos seguidos, culminando no empobrecimento do solo e na falta de alimento na região. As pessoas abandonaram as zonas rurais e rumaram para as cidades em busca de comida. Os relatos históricos citam famílias raquíticas invadindo casas e debruçadas sobre o solo na busca de qualquer vestígio de alimento. Triste não é? As pessoas morreram primordialmente de inanição e por doenças como Tifo.

Por outro lado, a Coroa Britânica que administrava a Irlanda, limitou-se a distribuição de soupas para a população, o que não aplacou a fome na região. Aliás eis outro capítulo interessante na história irlandesa. Você sabe de onde vem o hábito de comer batata dos irlandeses? Longe de ser por opção, na verdade, esse hábito se deu por praticidade, ou melhor, necessidade. Como as terras irlandesas eram dominadas pelos britânicos, os fazendeiros tinham que alugar o espaço para plantio, o detalhe era que 80% de tudo o que era cultivado, era destinado a Coroa Britânica, com o que sobrava, apenas 20%, restavam aos locais plantar algo que fosse fácil e garantisse um alimento nutritivo, ou seja, batata. A carne de porco também entrou na dieta irlandesa, pelas mesmas razões, a facilidade de se manter o animal e pelo pouco espaço que se dispunham para isso.

É isso! Da próxima vez que forem comentar sobre a adoração dos irlandeses por “potato”, lembrem-se que o fato esta lincado a triste história da dominação britânica e escassez de alimento.

Para quem quiser saber mais sobre The Great Irish Potato Famine, vale dar uma olhada no livro de mesmo nome, do escritor James S. Donnelly, Jr, ou ainda visitar o The Famine Museum, em Strokestown Park – Strokestown – Co. Roscommon. http://www.strokestownpark.ie/museum.html

Ávany França

Edu Giansante
Edu Giansante, Fundador e CEO do E-Dublin, Edu chegou na Irlanda em 2008, no ano pré-crise, pegou a nevasca de 2010 e comeu cérebro de cabra em Marrakesh. O Edu também é baterista da banda Irlandesa Medz.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

  • Como fazer mamografia na Irlanda

    Curiosidades

    Como fazer mamografia na Irlanda

    A mamografia é um exame essencial para identificar a existência de sinais...

    Elizabeth Gonçalves

    6 dias atrás

    Como fazer mamografia na Irlanda
  • Famosa loja da Irlanda inicia vendas de Natal

    Curiosidades

    Famosa loja da Irlanda inicia vendas de Natal

    Não há como negar que a Irlanda fica linda no Natal, e a gente mal espera...

    Rubinho Vitti

    1 semana atrás

    Famosa loja da Irlanda inicia vendas de Natal

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar