Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Meu Intercâmbio

Você vai conseguir reaver o dinheiro pago pelo intercâmbio?

Colaborador E-Dublin postou em 01 ago 2018

Para responder essas e outras perguntas do tipo, precisamos, primeiramente, de muita honestidade. Afinal, já passou o tempo em que se acreditava em ficar rico no exterior. No real, o que muitos experimentam hoje em dia, como intercambistas, é uma experiência incrível, um aprendizado muito maior do que o esperado e muita história para contar na vida.

Mas, se você quer saber sobre se, de fato, vai valer o investimento ou, melhor, se dá para reaver o valor investido para a realização do intercâmbio, quem vai colocar hoje tudo na ponta do lápis é o Marcos Morais do Intercâmbio e Finanças.

Quanto paguei pelo meu intercâmbio?

Vamos considerar o valor de R$ 26.500,00 como sendo total gasto para realizar a viagem (passagem, escola, visto, malas, seguro viagem e dinheiro para levar). Quanto dá isso hoje, em dólares americanos e euros?

• US$ 8.281,25 (cotação 3.20)
• € 7.085,56 (cotação 3.74)

Parece muito para um estudante de intercambio, né? Mas vamos a alguns cálculos rápidos.

Na Europa, o salário mínimo varia muito de país para país. Então, vou usar o salário mínimo da Irlanda, que é um destino querido dos viajantes e onde me encontro atualmente.

O programa de estudo e trabalho para a Irlanda tem duração de 8 meses, sendo 6 meses de estudo + trabalho (ou seja, trabalho part-time) e 2 meses de férias, quando, teoricamente, pode-se trabalhar em período integral (40h), mas isso também mudou nos últimos anos.

Um aluno pode levar de 1 a 4 meses para conseguir um emprego na Irlanda, a depender do nível de inglês, mas, de verdade, o que conta é a disposição para conseguir trabalho.

Vamos dizer, então, que tenha levado 2 meses para conseguir um job part-time (20h semanais).

• Salário mínimo na Irlanda = 9.55/hora
• Valor semanal (20h) = 191 euros por semana. Multiplicado por 4 semanas = 764 euros mensais

764 euros é o valor mínimo mensal para quem trabalha 20h na Irlanda. © Photographerlondon | Dreamstime.com

764 euros é o valor mínimo mensal para quem trabalha 20h na Irlanda. © Photographerlondon | Dreamstime

Mas, não esqueça das contas do mês

Pois é, como nada é tão lindo assim, vamos colocar na conta do lápis também os gastos.

• Aluguel = média de 300 euros/mês
• Alimentação = média de 20 euros/semana (80 euros/mês)
• Eletricidade = 60 euros/mês (divide para todos que moram na casa, em média 5 pessoas, logo, 12 euros/mês pra cada)
• Internet = se for na casa, mesma situação da luz, 12/mês cada
• Celular = depende da operadora, geralmente 20 euros/mês com internet ilimitada
• Lazer = vamos considerar 15 euros/ semana (3 pints/semana), para quem não sabe, pint é uma caneca de 500ml de cerveja. Total: 60 euros

Total nos gastos mensais = 484 euros/mês

Sendo assim… Vamos fazer as provas dos 9!!!! Trabalhando o máximo de horas por semana vs o salário mínimo, menos o valor dos gastos mensais, o saldo é de:  764 -484 = 280 euros

Ok! A primeira constatação que você terá é que, sendo você apenas um estudante num país desconhecido, falando a língua mais ou menos, conseguirá pagar as contas do mês sem pedir socorro ao papai no Brasil. Isso, claro, se você for uma pessoa disciplinada, o que é bem difícil.

Ao final dos 8 meses, quanto conseguirei resgatar?

Vai sobrar algum dinheiro no final do intercâmbio? © Katarzyna Bialasiewicz | Dreamstime.com

Vai sobrar algum dinheiro no final do intercâmbio? © Katarzyna Bialasiewicz | Dreamstime

Lembra que em nossas contas levamos em conta que nosso estudante conseguiu o emprego só no segundo mês? Então, vamos às contas.

• Saldo positivo dos meses trabalhados como part-time 4 x 280 euros = 1.120 euros

Agora vamos considerar que, nos últimos dois meses de férias, ele consiga trabalhar full time (40h).

• 55 x 40h semanais = 382 por semana – 4x 382 = 1.528 por mês. Eliminando os gastos mensais 2 x 484. O saldo mensal será de 1.044.

Ou seja, nos últimos dois meses você, com muita disciplina, terá um saldo positivo de 2.088 euros.

Vamos fechar a conta? No total dos 8 meses, considerando 4 meses como part-time e 2 meses como full time, o saldo positivo seria de 3.208 euros, ou seja, ao final de 8 meses, nosso estudante conseguirá resgatar 45.2% do valor investido.

Untitled

45,2% do valor investido

Nada mal para um estudante que veio com a ideia principal de aprender inglês e curtir um pouco a vida na Europa, né? Porém, existem algumas coisas que não podemos deixar de levar em consideração.

1. Existem adversidades que podem ocorrer pelo caminho;
2. Em nosso exemplo, levamos em consideração um estudante disciplinado, o que pode não ser o caso;
3. Tem a questão das viagens: quem consegue ficar os 8 meses só concentrado nos estudos?
4. E se você, ao vir para a Irlanda, pegou dinheiro emprestado até com o padeiro e precisa devolver?
5. E se tudo deu muito errado e você só conseguiu o primeiro trampo no último segundo do segundo tempo?

Como podem ver, apesar do nosso saldo positivo, na realidade, nem sempre essa matemática é redondinha. E, mesmo sendo bem disciplinado, no final do intercâmbio, a possibilidade de reaver o valor integral investido é quase nula.

Então, meu amigo, se você tinha a esperança de voltar com o inglês na ponta da língua e todo o investimento feito no bolso, esqueça. Alegre-se em saber que, financeiramente, você, sim, conseguirá reaver uma parte considerável do valor inicial. Porém, o restante do investimento voltará na bagagem intelectual, no crescimento pessoal, na perspectiva mais ampla do mundo e da vida!

Sobre o autor:

MarcosMarcus Moraes é aquariano, já fez intercâmbio para EUA e Canadá e hoje mora na Irlanda. Super entusiasta do mundo das finanças e organiza muito bem as suas próprias economias. Se considera um investidor de perfil moderado-arrojado. Formado em Direito, autor do blog Intercâmbio & Finanças que também possui a Fanpage e canal no YouTube “Irlanda Sem Edição“.

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Meu Intercâmbio

Intercâmbio: o melhor ano da minha vida

4 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Publicidade

STB oferece apoio local a intercambistas na Irlanda

5 meses atrás, por Publicidade E-Dublin
Moradia

Por que eu não voltaria para a Irlanda?

5 meses atrás, por Carol Braziel