Whiskey in the Jar: a canção irlandesa que ficou famosa com a banda Metallica

Whiskey in the Jar: a canção irlandesa que ficou famosa com a banda Metallica

Rubinho Vitti

3 meses atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

O ano era 1999. O rock bombava nas rádios de todo o mundo, e uma das canções mais tocadas do ano era Whiskey in the Jar, da banda Metallica. O grupo, porém, não é autor da canção célebre de videoclipe idem, que não saía das paradas da MTV. Ela é uma versão de uma folclórica canção irlandesa de autoria desconhecida. Não é à toa que é bem comum escutá-la tocando nos pubs da Irlanda e em festas e eventos irlandeses.

A história da música fala sobre um assaltante que é traído por sua mulher. O cenário se passa por Kerry, Cork, Gilgarra, Sligo e outras localidades da Irlanda. Há, ainda, outras versões que levam a canção a cidades americanas com colonizações irlandesas.

A origem da canção, segundo especialistas, remete ao século 17. A famosa banda The Dubliners lançou-a para o mundo nos anos 1950, e existem diversas versões gravadas durante todas as décadas seguintes por grupos como Thin Lizzy, The Pogues, Smokie, até chegar ao Metallica. A banda, inclusive, apresentou-se na Irlanda em junho deste ano e disponibilizou o vídeo da canção ao vivo nas suas redes sociais. O grupo também fez doações de 70 mil euros a instituições de caridade da Irlanda.

A mais recente versão de Whiskey in the Jar é de Bryan Adams, lançada em 2019.

Whiskey in the Jar

As I was goin’ over
The Cork and Kerry Mountains
I saw Captain Farrell
And his money, he was countin’
I first produced my pistol
And then produced my rapier
I said, “Stand and deliver or the devil he may take ya”
I took all of his money
And it was a pretty penny
I took all of his money,
Yeah, and I brought it home to Molly
She swore that she loved me,
No, never would she leave me
But the devil take that woman,
Yeah, for you know she tricked me easy
Musha rain dum a doo, dum a da
Whack for my daddy, oh
Whack for my daddy, oh
There’s whiskey in the jar, oh
Being drunk and weary
I went to Molly’s chamber
Takin’ Molly with me
But I never knew the danger
For about six or maybe seven,
Yeah, in walked Captain Farrell
I jumped up, fired my pistols
And I shot him with both barrels
Yeah, musha rain dum a doo, dum a da, ha, yeah
Whack for my daddy, oh
Whack for my daddy, oh
There’s whiskey in the jar, oh
Yeah, whiskey, yo, whiskey
Oh, oh, yeah
Oh, oh, yeah
Now some men like a fishin’
But some men like the fowlin’
Some men like to hear,
To hear the cannonball roarin’
Me, I like sleepin’,
‘Specially in my Molly’s chamber
But here I am in prison,
Here I am with a ball and chain, yeah
Musha rain dum a doo, dum a da, heh, heh
Whack for my daddy, oh
Whack for my daddy, oh
There’s whiskey in the jar, oh, yeah
Whiskey in the jar, oh
Musha rain dum a doo, dum a da
Musha rain dum a doo, dum a da, hey
Musha rain dum a doo, dum a da
Musha rain dum a doo, dum a da, yeah

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar